VOLTAR
Neurociência Criminal e Comportamento Comunicativo

Neurociência Criminal e Comportamento Comunicativo

Local

Ribeirão Preto - SP

Horário

Sexta-feira: 18 às 23h e Sábado: 8 às 18h
(1 final de semana por mês)

Duração


24 Meses

Investimento

25x de R$ 655,00**

 

O Curso

Curso de Pós-Graduação "Lato Sensu" em Neurociência Criminal e Comportamento Comunicativo

CERTIFICAÇÃO: Curso reconhecido pelo MEC com dupla certificação (acadêmica e profissional).

INÍCIO DAS AULAS:
Ribeirão Preto - SP: 10/03/2017
Sede do IPEBJ - Av. Senador César Vergueiro, 505


APRESENTAÇÃO

O curso de especialização em Neurociência e Comportamento Comunicativo é bastante diferenciado, sendo o único no país com esse enfoque. Nenhum outro curso de Neurociências brasileiro aborda significativamente a relação entre cérebro e criminalidade, o que envolve uma combinação de estudos de Criminologia, Psiquiatria e discussões das recentes pesquisas internacionais de Neurociências na área de imagens médicas voltadas para o comportamento criminal. 

A neurociência constitui-se de uma área de investigação interdisciplinar do sistema nervoso, o que inclui diferentes aspectos de estudos sobre o funcionamento do cérebro, abrangendo aspectos moleculares, celulares, de desenvolvimento, comportamentais, evolucionários e médicos. Já a análise da comunicação não verbal do comportamento compreende o campo de pesquisa que há décadas possue acervo de estudos que tem muito a contribuir para os profissionais envolvidos na área de segurança pública no sentido de agregar conhecimentos que aprimorem sua competência para análise da comunicação.

A dimensão não verbal da comunicação envolve todas as manifestações não expressas por palavras, cuja significação está vinculada ao contexto em que ocorrem: a avaliação do que foi dito e como foi dito traz elementos importantes para a investigação (interrogatórios) ou para a fase processual (depoimentos em audiência).

Objetivo

Propiciar a contextualização e o aprendizado de conhecimentos atualizados dos mecanismos de funcionamento do sistema nervoso ressaltando a importância do?conhecimento de neurobiologia do comportamento na área forense.

Aprofundar o conhecimento e realizar uma contextualização de estudos das últimas décadas no que diz respeito a temas centrais para a compreensão do comportamento criminal.

Oferecer aos alunos do curso conhecimento técnico em psicobiologia das emoções em suas manifestações expressivas através do estudo da cinésica área de investigação do âmbito da comunicação não verbal do comportamento.

Treinar a habilidade de reconhecimento das incongruências emocionais do emissor que interage reconhecendo em tais incongruências pontos quentes de um discurso ou contexto que precisa ser melhor investigado visando a segurança e o adequado manejo de situações específicas.

Público Alvo

Profissionais da saúde e das áreas humanas como: médicos, enfermeiros, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, psicólogos, advogados, físicos, terapeutas ocupacionais, musicoterapêutas, educadores físicos, assistentes sociais e demais afins ou qualquer outro profissional que tenha interesse na área.

Informações Adicionais

*O IPEBJ reserva-se no direito de não iniciar a turma caso o número mínimo de alunos não seja atingido. Neste caso, o valor da primeira parcela paga será devolvido integralmente. 

Etapas do Processo Seletivo:
- Preenchimento da solicitação de matrícula e envio do currículo pelo aluno
- Avaliação das informações do aluno pela instituição
- Entrevista pessoal, caso seja solicitada pela coordenação
- Feedback de aprovação ou reprovação enviado para o email do aluno
- Após confirmação de aprovação, o aluno deverá efetuar o pagamento do boleto bancário já gerado.


Após a conclusão dessa etapa, enviar pessoalmente ou via correio:
Relação de Documentos Obrigatórios:
Requerimento de matrícula preenchido e assinado. (Clique aqui para fazer o download do requimento).
Documento comprobatório de associação do aluno à Instituição conveniada, para concessão de desconto no Curso
Duas cópias autenticadas de:
Diploma de Graduação, devidamente registrado, obtido em curso superior reconhecido pelo Ministério da Educação, ou Certificado de Conclusão de Curso.

Duas cópias simples de:
Certidão de nascimento ou de casamento
CPF - Cartão de Inscrição na Receita Federal
RG - Cédula de Identidade ou Registro Nacional de Estrangeiro
Carteira de Reservista
Título de Eleitor
Comprovante de Residência
*Obs: Carteira de habilitação e carteira de registro profissional não serão aceitos como RG e CPF
02 fotos 3x4 recentes e coloridas

3 (três) vias do Contrato de Prestação de Serviços Educacionais (disponibilizado na Área Restrita)

Caso aprovado no processo seletivo, o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais será disponibilizado na Área Restrita, no prazo de até 3 (três) dias úteis, que deverá ser assinado e rubricado em 3 (três) vias, e devolvido ao IPEBJ via correio, dentro de período estabelecido para as matrículas. No primeiro dia de aula, o aluno receberá sua via do contrato. A entrega dos documentos pessoais e do Contrato de Prestação de Serviços Educacionais são obrigatórios para confirmação da matrícula.

 

Programa

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. Neurociência Básica (75h)
- Origem e Fundamentos da Neurociência - 15h
- Neuroanatomia - 15h 
- Neurofisiologia - 15h 
- Plasticidade Cerebral - 15h  
- Neuroimagens- 15h  

2. Neurociência Criminal (165h)
- Criminologia Clínica - 15h
- Biopsicossociologia do Comportamento - 15h 
- Psicologia Evolucionista Forense – 15h
- Fundamentos da Criminologia - 15h 
- Psiquiatria Forense – 15h
- Psicopatologia e Imputabilidadde - 15h
- Neurociência e Dependência Química - 15h 
- Tipos de Crimes e Doenças Associadas - 15h
- Neurociência e Transtornos Mentais - 15h 
- O Cerebro do Psicopata - 15h 
- Práticas Avaliativas em Neuropsicologia Forense – 15h

3. Comportamento Comunicativo(90h)
- Introdução ao estudo das emoções (15)
- Introdução à Análise das Microexpressões Faciais (Teoria) - 15h
- Análise das Microexpressões Faciais (Prática) - 15h
- Paralinguagem - 15h
- Psicopatas e Comunicação Não Verbal do Comportamento - 15h
- Comportamento Não Verbal Crianças - 15h

- 4. Módulo Metodológico (30h)
- Didática - 10h
- Metodologia Científica - 20h 


Carga Horária: 360h
Atividades Complementares: 120h
TCC: 40h

Total: 520h

 

Investimento

25x de R$ 655,00

Descontos

Desconto por indicação: 5% a cada indicação que se matricular em qualquer curso de pós-graduação lato sensu.

Desconto para ex-aluno de pós-graduação do IPEBJ: 15%.

Descontos através de convênios. Clique aqui

 

Coordenadores

Leonardo Ferreira Faria

Psicólogo, Mestrando em Ciências Criminológicas-Forenses, Especialista em Neuropsicologia, Criminologia e Psicologia Jurídica. Psicólogo Criminal da Polícia Técnico-Científica do Estado de Goiás. Coordenador Nacional do Curso de Pós-Graduação em Avaliação Psicológica, e de Perícia Criminal/Ciências Forenses do grupo DALMASS.  Professor na Academia da Polícia Militar do Estado de Goiás (Curso de Formação de Oficiais, Especialização em Altos Estudos em Segurança Pública e Curso de Negociador Policial). Professor de disciplinas, Supervisor de Estágio e Orientador de TCC do Curso de Pós-Graduação do IPEBJ-SP, PUC-GO, IPEBJ-SP, NEPNEURO-GO, Escola Superior de Magistratura do Estado de Goiás e Acadepol-Paraíba. Realiza consultoria em temas de Neurociência e Criminologia. Autor e escritor de artigos científicos e capítulos de livros, com temas em Neurociências e Criminologia. Membro sócio da Sociedade Brasileira de Neuropsicologia. Diretor Financeiro da Associação Brasileira de Psicologia Jurídica.

Rui Mateus Joaquim

 Doutorando do laboratório de neuropsicologia pelo programa de Pós- Graduação em Ciências da Reabilitação do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo (USP) Bauru- SP. Mestre em psicologia do desenvolvimento e aprendizagem pelo Programa de Pós-graduação da Faculdade de Ciências da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) Bauru - SP. Graduado em psicologia (bacharelado e formação de psicólogo) pela Faculdade da Fundação Educacional de Araçatuba (FEA). Docente de Análise Experimental do Comportamento e Avaliação Psicológica da Universidade do Sagrado Coração / Bauru –SP. Docente convidado do IPEBJ. Possui experiência como assistente técnico na área de psicologia jurídica, professor universitário e psicólogo clínico atuando nas áreas de terapia cognitivo-comportamental e neuropsicologia. É pesquisador nas áreas de comunicação não verbal do comportamento e neurociência cognitiva.

Tânia Mara Volpe Miele

Especialização em Bioéitca pela Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil. Bacharel em Ciências Biológicas Modalidade Médica pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Barão de Mauá (1980) com habilitação em Patologia Clínica e Análises Clínicas; Possui graduação em Direito pela Universidade de Ribeirão Preto, SP (1997) com habilitação em Direito Privado; Especialista em Direito Médico, odontológico e da Saúde; Especialista em Ciências Forenses; Pós graduanda em Criminologia e Pós graduanda em Criminal Profiling; Sócia fundadora e diretora do IPEBJ - Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos, editor responsável pela revista científica eletrônica Brazilian Journal of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics; Coordenadora Geral dos projetos de extensão e pós-graduação do IPEBJ Educacional; Idealizadora e coordenadora do FSI Brasil - Forensic Science Investigation - Unidade Privada de Estudo, Pesquisa e Extensão Investigativa na área Forense; Coordenadora da Comissão de Perícias Forenses da OAB/SP - Subsecção de Ribeirão Preto; Coordenadora da Comissão de Bioética, Biodireito e Biotecnologia da OAB/SP Subsecção de Ribeirão Preto; Ex-coordenadora da Comissão de Direito Médico e da Saúde da OAB/SP - Subsecção de Ribeirão Preto; Membro do Comitê de Ética em Pesquisa do Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo FMRP-USP; Coordenadora da Comissão Jurídica da SBIOMAC - Sociedade Biomédica de Acupuntura; Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento GEPESADES/USP. Membro da World Association for Medical Law; Membro da Sociedade Brasileira de Bioética; Membro do IBCCRIM - Instituto Brasileiro de Ciências Criminais.

Docentes

Célia Maria Castro Corrigliano

Faculdade de Farmácia e Bioquímica Pontifícia da Universidade Católica de Campinas, (PUCCamp/ 1982). Perito Criminal de Classe Especial;   Professor da disciplina “Introdução ao Estudo da Criminalística”  e “Balística Forense” ACADEPOL – Academia de Policia Civil Coriolano Nogueira Cobra - Secretaria da Segurança Publica de São Paulo;   Tutora da rede de Ensino a Distancia/Secretaria Nacional Segurança Publica - Disciplina Balística Forense Avançada (60h);  

Emanuele Seicenti de Brito

Erikson Felipe Furtado

Erikson Felipe Furtado é professor de Psiquiatria da Infância e Adolescência, da Divisão de Psiquiatria do Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da FMRP (Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto) da USP (Universidade de São Paulo), Campus de Ribeirão Preto. Graduou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1984), com especialização em Psiquiatria e Psicoterapia da Infância e Adolescência pelo Instituto de Psiquiatria da UFRJ (1986). Obteve seu título de doutorado na Alemanha, pela Universidade de Heidelberg (1993), com bolsa do CNPq, em Medicina na área de Psiquiatria Infanto-Juvenil, sob orientação do Prof. Dr. Martin H. Schmidt. Foi pesquisador pós-doutor do Instituto de Psiquiatria da UFRJ de 1993 a 1994, com bolsa RD do CNPq. Fez pós-doutoramento na área de Álcool e Drogas, no Central Institute of Mental Health-Mannheim, Alemanha, de 2000 a 2001, com bolsa FAPESP. É coordenador da Área de Saúde Mental e Psiquiatria da Infância e Adolescência. É pesquisador principal e coordenador do NPCP/PAIPAD - Núcleo de Pesquisa em Psiquiatria Clínica e Psicopatologia/Programa de Ações Integradas para Prevenção e Atenção ao Uso de Álcool e Drogas na Comunidade, da FMRP-USP. Com recursos da OMS desenvolveu o projeto PAI-PAD/OMS para implementação e disseminação das Intervenções Breves para álcool e drogas. Com recursos da FAPESP e CNPq desenvolveu estudos para o desenvolvimento de protocolo de intervenções breves para aplicação em gestantes. Tem linhas de pesquisa sobre os temas: exposição intra-uterina a álcool e drogas e psicopatologia do desenvolvimento, através de projetos longitudinais, envolvendo saúde mental da gestante e puérpera, e dos filhos de farmacodependentes. É professor e orientador de pós-graduação nos programas de Saúde Mental da FMRP-USP (CAPES 6) e Toxicologia da FCFRP-USP (CAPES 5), tendo concluído até o presente, três orientações de doutorado, onze orientações de mestrado, três supervisões de pós-doutorado e 20 orientações de iniciação científica, a maioria com bolsas de agências de pesquisa. Orienta atualmente, cinco alunos de doutorado, quatro alunos de mestrado e dois alunos de iniciação científica.Tem cooperação com a Organização Mundial da Saúde, com a Organização Pan-Americana da Saúde e com parcerias internacionais, nos EUA, Reino Unido e Alemanha. É membro de corpo editorial e revisor em várias revistas científicas nacionais e internacionais. É integrante da participação brasileira no programa Treatnet II da UNODC United Nations Office for Drugs and Crime. É membro convidado do GDG - Guidelines Development Group da OMS para consumo de álcool e drogas na gestação. (Texto informado pelo autor)

Isamara Geandra Cavalcanti Caputo

Cirurgiã-Dentista, graduada em Odontologia pela Universidade de Ribeirão Preto - UNAERP (1995). Especialista em Odontologia Legal e Deontologia pela FOP/UNICAMP (2007), Mestre em Odontologia Legal e Deontologia pela FOP/UNICAMP (2009). Doutora em Clínica Médica pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - FMRP-USP (2014); Professora do Curso Atualização em Cirurgia Buco-Maxilo-Facial, e dos cursos de especialização em Ortodontia, Endodontia, Dentística, Implatodontia na Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas seccional de Ribeirão Preto ministrando aulas de Odontologia Legal, Ética, Legislação e Metodologia. Professora dos cursos de especialização em Direito Médico e da Saúde e Ciências Forenses do Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos - IPEBJ. Coordenadora do Curso de Ciências Forenses do Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos - IPEBJ. Perita Colaboradora do Centro de Medicina Legal da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (CEMEL). Diretora do Departamento de Odontologia Legal (DOL/APCD-RP) da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas, seccional Ribeirão Preto. Tem experiência na área de Odontologia, com ênfase em Odontologia Legal e Deontologia, atua como perita "ad hoc" e assistente técnica na área de odontologia.

Leonardo Ferreira Faria

Psicólogo, Mestrando em Ciências Criminológicas-Forenses, Especialista em Neuropsicologia, Criminologia e Psicologia Jurídica. Psicólogo Criminal da Polícia Técnico-Científica do Estado de Goiás. Coordenador Nacional do Curso de Pós-Graduação em Avaliação Psicológica, e de Perícia Criminal/Ciências Forenses do grupo DALMASS.  Professor na Academia da Polícia Militar do Estado de Goiás (Curso de Formação de Oficiais, Especialização em Altos Estudos em Segurança Pública e Curso de Negociador Policial). Professor de disciplinas, Supervisor de Estágio e Orientador de TCC do Curso de Pós-Graduação do IPEBJ-SP, PUC-GO, IPEBJ-SP, NEPNEURO-GO, Escola Superior de Magistratura do Estado de Goiás e Acadepol-Paraíba. Realiza consultoria em temas de Neurociência e Criminologia. Autor e escritor de artigos científicos e capítulos de livros, com temas em Neurociências e Criminologia. Membro sócio da Sociedade Brasileira de Neuropsicologia. Diretor Financeiro da Associação Brasileira de Psicologia Jurídica.

Luciana da Silva Sobolwsky

Psicóloga formada pela FURB - Universidade Regional de Blumenau - Santa Catarina, Pós Graduada em Expressões Faciais da Emoção pela Universidade Fernando Pessoa de Porto - Portugal. Profissional da área de Desenvolvimento Humano e Organizacional, há 10 anos. Atua com Recrutamento e Seleção (R&S) e Treinamento e Desenvolvimento Humano(T&D). Palestrante em temas como: Comportamento Humano, Relações Humanas, Criatividade, Gestão de Mudanças, Atendimento ao Cliente, Marketing do Consumidor. Pesquisadora em Psicologia Social e Comportamental (Tema: Representações Sociais e Expressões Faciais - Reconhecimento de Expressões, Micro Expressões Faciais e Empatia). Atua como Consultora Organizacional desde 2006 e fundou em 2013 a Virtuose Soluções Comportamentais,empresa de treinamento e desenvolvimento gerencial. É hoje Consultora Especialista em Expressões Faciais de Emoção da USPIT - US Police Instructor Teams, Flórida, EUA (Parceira Institute of Public Safety do Estado da Flórida, EUA).

Mônica Azzariti

Fonoaudióloga com título de Especialista em voz concedido pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia. Pós graduada em Linguística. Pós graduada em Segurança Pública. Mestrado em Análise do Discurso. Perita cadastrada no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Instrutora do BOPE - Unidade de Intervenção Tática - GNA (Grupo de Negociação e Análise). Instrutora da Coordenadoria de Polícia Pacificadora. Coordenadora e docente do IPEBJ. Membro e Pesquisadora FSI Brasil. Membro especialista do American College of Forensic Examiners Institute. Atuante na área de segurança pública desde 2005.

Roberta Salvador Silva

Psicóloga graduada pelas Faculdades Integradas de Taquara (FACCAT), Mestre e Doutoranda em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e especialista em Psicoterapia Cognitivo-Comportamental, com ênfase em avaliação neuropsicológica, pela mesma universidade. Integra o Grupo de Pesquisa Neurociência Afetiva e Transgeracionalidade (GNAT), coordenado pela Profa. Dra. Adriane Arteche e é assistente da atual Diretoria da ANPEPP (Gestão 2012-14). Atua como psicoterapeuta cognitivo-comportamental e na área de avaliação psicológica, realizando psicodiagnóstico clínico e neuropsicológico. A sua produção científica tem sido voltado à trajetória desenvolvimental e avaliação psicológica, com trabalhos na área de construção e validação de instrumentos e propriedades psicométricas, com foco em populações clínicas e em situações de vulnerabilidade social.

Rubens Correia Junior

  Mestre em Ciências pela USP/Ribeirão Preto - Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto/ Centro Colaborador da OMS para o desenvolvimento de pesquisa em enfermagem. Área: Enfermagem Psiquiátrica. Linha de pesquisa: Promoção de saúde mental / Estudos sobre a conduta, a ética e a produção do saber em saúde. Possui graduação em Direito pela Universidade de Uberaba (2004). Especialista em Direito Penal e Processual Penal pela Universidade de Franca e especialista em CRIMINOLOGIA pela PUC/MINAS(2008/2009). Atualmente é professor de graduação nas áreas de Direito público com Ênfase em Penal e Constitucional. Professor de Criminologia e Homicidas em série, Criminologia, legislação penal especial, crimes tributários (dentre outras disciplinas) em pós-graduações pelo Brasil como PUC/BH, UNIT/SE, UNIUBE/MG, IPEBJ/SP. Coordenador e docente do IPEBJ/SP. Pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento GEPESADES/USP. Membro da comissão de Direitos Humanos da OAB/MG. 

Rui Mateus Joaquim

 Doutorando do laboratório de neuropsicologia pelo programa de Pós- Graduação em Ciências da Reabilitação do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo (USP) Bauru- SP. Mestre em psicologia do desenvolvimento e aprendizagem pelo Programa de Pós-graduação da Faculdade de Ciências da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) Bauru - SP. Graduado em psicologia (bacharelado e formação de psicólogo) pela Faculdade da Fundação Educacional de Araçatuba (FEA). Docente de Análise Experimental do Comportamento e Avaliação Psicológica da Universidade do Sagrado Coração / Bauru –SP. Docente convidado do IPEBJ. Possui experiência como assistente técnico na área de psicologia jurídica, professor universitário e psicólogo clínico atuando nas áreas de terapia cognitivo-comportamental e neuropsicologia. É pesquisador nas áreas de comunicação não verbal do comportamento e neurociência cognitiva.

Sandro Caramaschi

Possui graduação em Biologia pela Universidade Federal de São Carlos(1986), mestrado em Psicologia (Psicologia Experimental) pela Universidade de São Paulo(1991) e doutorado em Psicologia (Psicologia Experimental) pela Universidade de São Paulo(1996). Atualmente é Professor Assistente Doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e Revisor de periódico da Oecologia Brasiliensis. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Experimental. Atuando principalmente nos seguintes temas:Expressões, Faciais, Comunicação, Não verbal, emoções.

Silvio José Lemos Vasconcellos

Psicólogo, Mestre em Ciências Criminais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e Doutor em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professor Adjunto do Curso de Psicologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Desenvolve trabalhos voltados para a avaliação e etiologia da Psicopatia, do Transtorno de Personalidade Anti-Social e para as suas respectivas implicações jurídicas. Desenvolveu trabalhos voltados para a divulgação científica da Psicologia Cognitiva e estudos sobre a História da Psicologia e das Ciências Cognitivas. No âmbito da Psicometria, construiu e validou a Escala Fatorial de Abertura à Experiência (EFA) com base no modelo dos cinco grandes fatores, sendo ainda um dos pesquisadores responsáveis pela adaptação e validação, no Brasil, do Psychopathy Checklist: Youth Version (PCL:YV) e da Medida Interpessoal de Psicopatia (IM-P). Dedica-se, atualmente, à construção e validação de instrumentos para avaliar mecanismos da cognição social, investigando a relação entre a capacidade de identificar emoções expressas pela face com a etiologia de diferentes transtornos mentais.

Tânia Konvalina Simas

Estudou Psicologia e Aconselhamento Psicológico na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto e em 2000 completou a Pós-graduação em Ciências Forenses no Instituto de Medicina Legal do Porto. Deixou Portugal fixando-se em Londres onde fez o Mestrado em Psicoterapia Integrativa no Regent's College School of Psychotherapy and Counselling. Durante os oito anos que viveu no Reino Unido, trabalhou como psicoterapeuta (consultório privado) e como psicóloga clínica destacando-se o trabalho que realizou na comunidade terapêutica -Ashley Road Day Centre- um projecto da ONG Islington MIND onde trabalhou com doentes psiquiátricos crónicos. De regresso a Portugal em 2008, enveredou pelo ensino académico no Instituto Superior da Maia-ISMAI, onde lecciona como professora convidada na licenciatura em Criminologia, no Departamento de Ciências Sociais e do Comportamento. Sendo ainda responsável pelas unidades curriculares de Biopsicossociologia do Comportamento Desviante e de Perfis Psicológicos em Criminologia. É também investigadora na Unidade de Investigação em Criminologia e Ciências do Comportamento, da mesma instituição (UICCC/ISMAI). Tem desenvolvido as suas investigações, produção científica e docência nas áreas dos Comportamentos Desviantes, Análise Comportamental no Contexto Investigativo, Psicopatia e Psicodinâmicas do Crime Violento. É professora convidada do Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos (Brasil) leccionando na Pós-graduação em Profiling Criminal e Psicologia Investigativa. É ainda preletora em formações em eventos de instituições variadas como são o Instituto Português de Piscologia (Pós-graduação em Investigação Criminal e workshops) e o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto(Mestrado em Medicina Legal). Em 2012 publicou os manuais académicos Introdução à Biopsicossociologia do Comportamento Desviante e Profiling Criminal: introdução à análise comportamental no contexto investigativo. Ainda em 2012 tornou-se membro da International Association of Forensic Criminologists Em 2013 fundou Profiling Criminal - Formação e Consultoria começando a trabalhar na área da Criminologia Forense, sob a orientação do Professor Doutor Brent E. Turvey. Actualmente encontra-se a fazer o Doutoramento em Criminologia e Investigação Socio-Legal, mais especificamente sobre os aspectos éticos e legais da avaliação da psicopatia no contexto forense, com o Departamento de Sociologia e de Criminologia da Universidade de Essex no Reino Unido. É também membro do Conselho Consultivo da APC-Associação Portuguesa de Criminologia. Coordenadora e docente do IPEBJ. Membro do FSI Brasil.

Thales Vianna Coutinho

Psicólogo (CRP12/10175) formado pela Universidade da Região de Joinville - UNIVILLE (2010), e Personal & Professional Coach formado pelo Instituto de Formação em Coaching (2010). Membro do Laboratório de Investigações em Neurociência Clínica da UFMG. Tem interesse em pesquisar a interação entre Psicologia Social e Clínica, e na divulgação científica da psicologia, possuindo um canal no youtube destinado exclusivamente a esta finalidade, o: TVCChannelNews. É autor do livro "Impressionantes: A Ciência da Primeira Impressão" (Clube de Autores, 2013).

Palestrantes Convidados

Erikson Felipe Furtado

Erikson Felipe Furtado é professor de Psiquiatria da Infância e Adolescência, da Divisão de Psiquiatria do Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da FMRP (Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto) da USP (Universidade de São Paulo), Campus de Ribeirão Preto. Graduou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1984), com especialização em Psiquiatria e Psicoterapia da Infância e Adolescência pelo Instituto de Psiquiatria da UFRJ (1986). Obteve seu título de doutorado na Alemanha, pela Universidade de Heidelberg (1993), com bolsa do CNPq, em Medicina na área de Psiquiatria Infanto-Juvenil, sob orientação do Prof. Dr. Martin H. Schmidt. Foi pesquisador pós-doutor do Instituto de Psiquiatria da UFRJ de 1993 a 1994, com bolsa RD do CNPq. Fez pós-doutoramento na área de Álcool e Drogas, no Central Institute of Mental Health-Mannheim, Alemanha, de 2000 a 2001, com bolsa FAPESP. É coordenador da Área de Saúde Mental e Psiquiatria da Infância e Adolescência. É pesquisador principal e coordenador do NPCP/PAIPAD - Núcleo de Pesquisa em Psiquiatria Clínica e Psicopatologia/Programa de Ações Integradas para Prevenção e Atenção ao Uso de Álcool e Drogas na Comunidade, da FMRP-USP. Com recursos da OMS desenvolveu o projeto PAI-PAD/OMS para implementação e disseminação das Intervenções Breves para álcool e drogas. Com recursos da FAPESP e CNPq desenvolveu estudos para o desenvolvimento de protocolo de intervenções breves para aplicação em gestantes. Tem linhas de pesquisa sobre os temas: exposição intra-uterina a álcool e drogas e psicopatologia do desenvolvimento, através de projetos longitudinais, envolvendo saúde mental da gestante e puérpera, e dos filhos de farmacodependentes. É professor e orientador de pós-graduação nos programas de Saúde Mental da FMRP-USP (CAPES 6) e Toxicologia da FCFRP-USP (CAPES 5), tendo concluído até o presente, três orientações de doutorado, onze orientações de mestrado, três supervisões de pós-doutorado e 20 orientações de iniciação científica, a maioria com bolsas de agências de pesquisa. Orienta atualmente, cinco alunos de doutorado, quatro alunos de mestrado e dois alunos de iniciação científica.Tem cooperação com a Organização Mundial da Saúde, com a Organização Pan-Americana da Saúde e com parcerias internacionais, nos EUA, Reino Unido e Alemanha. É membro de corpo editorial e revisor em várias revistas científicas nacionais e internacionais. É integrante da participação brasileira no programa Treatnet II da UNODC United Nations Office for Drugs and Crime. É membro convidado do GDG - Guidelines Development Group da OMS para consumo de álcool e drogas na gestação. (Texto informado pelo autor)

Curriculo Lattes

Roberta Salvador Silva

Psicóloga graduada pelas Faculdades Integradas de Taquara (FACCAT), Mestre e Doutoranda em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e especialista em Psicoterapia Cognitivo-Comportamental, com ênfase em avaliação neuropsicológica, pela mesma universidade. Integra o Grupo de Pesquisa Neurociência Afetiva e Transgeracionalidade (GNAT), coordenado pela Profa. Dra. Adriane Arteche e é assistente da atual Diretoria da ANPEPP (Gestão 2012-14). Atua como psicoterapeuta cognitivo-comportamental e na área de avaliação psicológica, realizando psicodiagnóstico clínico e neuropsicológico. A sua produção científica tem sido voltado à trajetória desenvolvimental e avaliação psicológica, com trabalhos na área de construção e validação de instrumentos e propriedades psicométricas, com foco em populações clínicas e em situações de vulnerabilidade social.

Curriculo Lattes

 

Você tem interesse em realizar este curso futuramente? Faça seu cadastro.

Dados Pessoais

Endereço Residencial

Dados Acadêmicos

Sim Não





Sim Não



 

. Matrículas encerradas. Caso tenha interesse em se matricular neste curso para ingresso imediato, entre em contato pelo telefone +55 16 3043.5638 ou pelo e-mail ipebj@ipebj.com.br

FSI Brasil - Forensic Sciences Investigation: Primeira Unidade Privada de Estudo, Pesquisa e Extensão Investigativa com atuação na grande Área Forense no Brasil. Oferecendo os serviços de Pesquisa, Assistência Técnica (Perícia), Consultoria e Treinamentos, o FSI Brasil conta com laboratórios multidisciplinares em Ciências Forenses, Ciências Sociais Aplicada e Ciências Comportamentais

- Saiba Mais

Brazilian Journal Of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics: O Brazilian Journal of Forensic Sciences - BJFS, única revista na América Latina com essa abrangência, tem como objetivo divulgar e valorizar a produção científica em ciências forenses , direito médico, odontológico e da saúde e bioética, expondo as novas tecnologias e metodologias empregadas em diversas situações, incentivando a interação multidisciplinar no campo dessas ciências.

- Saiba Mais