Normas

  1. Menu
  2. Regulamento
  3. Normas Gerais para Publicação
  4. Estrutura do Manuscrito
  5. Autoria
  6. Preparo dos Manuscritos
  7. Documentação obrigatória
  8. Formatação obrigatória
  9. Normas Técnicas
  10. Submissão dos Artigos
  11. Correspondência

Regulamento

 


O Brazilian Journal of Forensic Sciences - BJFS, vinculado ao Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos – IPEBJ, da cidade de Ribeirão Preto, São Paulo, é uma revista científica eletrônica, sem fins lucrativos, que apresenta como objetivos: publicar resultados de pesquisas científicas relacionadas ao campo de atuação das ciências forenses, bioética, direito médico, odontológico e da saúde e veicular informações diversas que tenham como objetivo colaborar com o desenvolvimento das ciências forenses e áreas afins.


 


O Brazilian Journal of Forensic Sciences publica as seguintes categorias de artigos:


I – Artigos Originais – são contribuições destinadas a divulgar resultados de pesquisa original e inédita, que possam ser replicados e/ou generalizados, bem como pesquisas interpretativas e formulações discursivas de efeito teorizador.


II – Cartas ao Editor – inclui cartas que visam discutir artigos recentes, publicados na Revista, ou relatar pesquisas originais ou achados científicos significativos.


III - Estudo teórico  -  análise de construtos teóricos das ciências forenses ou áreas correlatas, levando ao questionamento de modelos existentes e à elaboração de hipóteses para futuras pesquisas.



IV – Comunicações Breves ou Relatos de Caso – são estudos avaliativos, originais ou notas prévias de pesquisa contendo dados inéditos e relevantes para o campo das ciências forenses, bioética, direito médico, odontológico e da saúde e áreas afins.


V – Revisões – avaliação crítica sistematizada da literatura.


a) Revisão Sistemática – utiliza método de pesquisa conduzido por meio da síntese de resultados de estudos originais, quantitativos ou qualitativos. Objetiva responder a uma pergunta específica de relevância para o campo das ciências forenses, bioética, direito médico, odontológico e da saúde e áreas afins. Descreve detalhadamente o processo de busca dos estudos originais, os critérios utilizados para a sua seleção e inclusão na revisão e os procedimentos empregados na síntese dos resultados obtidos pelos estudos revisados (que poderão ou não ser procedimentos de meta-análise ou metassíntese). As premissas da revisão são: a exaustão na busca dos estudos, a seleção justificada dos estudos por critérios de inclusão e exclusão explícitos e a avaliação da qualidade metodológica, bem como o uso de técnicas estatísticas para quantificar os resultados.


b) Revisão Integrativa – utiliza método de pesquisa que apresenta a síntese de múltiplos estudos publicados e possibilita conclusões gerais a respeito de uma área particular de estudo, realizado de maneira sistemática e ordenada e contribui para o aprofundamento do conhecimento do tema investigado. É necessário seguir padrões de rigor metodológico, clareza na apresentação dos resultados, de forma que o leitor consiga identificar as características reais dos estudos incluídos na revisão. Etapas da revisão integrativa: identificação do tema e seleção da hipótese ou questão de pesquisa para a elaboração do estudo, estabelecimento de critérios para inclusão e exclusão dos estudos/amostragens, ou busca na literatura, definição das informações a serem extraídas dos estudos selecionados/categorização dos estudos, avaliação dos estudos incluídos na revisão, interpretação dos resultados, apresentação da revisão/síntese do conhecimento.



VI - Resenhas – trata-se de análise de obra recentemente publicada.


VII  - Editorial  - os autores são convidados a fazerem o Editorial de um dado número da revista. 


O BJFS é Open Access.   by tvol / CC BY

Não são cobradas taxas para publicação tampouco para acesso dos artigos.


Normas Gerais para Publicação

 


A publicação dos trabalhos dependerá de aprovação do Conselho Editorial do BJFS. O artigo apresentado para apreciação e possível publicação deve ser original, não sendo permitida submissão simultânea nem posterior a outros periódicos, sejam nacionais ou internacionais. Os conceitos expressos nos artigos são de exclusiva responsabilidade do autor, não representando necessariamente a opinião da revista. Os artigos serão avaliados por dois membros do Conselho Editorial pertencentes a instituições distintas daquela de onde artigo for proveniente. Será avaliado o conteúdo científico, o uso apropriado da gramática (Português/Inglês/Espanhol), as estatísticas e a relevância científica. Os autores e revisores serão mantidos em anonimato durante o processo de avaliação/aceitação. Os artigos podem ser removidos da apresentação a qualquer momente antes de serem encaminhados pelo Conselho de Redação, se for da vontadde dos autores. O Conselho Editorial do BJFS tem a incumbência de aceitar, rejeitar ou devolver o artigo aos autores com sugestões de modificações e/ou adaptações de forma, conteúdo, metodologia e análises estatísticas. O autor deve finalizar as correções em um prazo máximo de 40 dias a partir da devolução do artigo. Neste caso, o artigo será reavaliado pelos Editores Chefes e pelo Corpo Editorial, o que não quer dizer que será aceito e publicado. Se após 40 dias o artigo não for resubmetido sem justificativas adequadas ao Corpo Editorial, o documento será rejeitado automaticamente para publicação. Os artigos que não se ajustarem as normas da revista e forem rejeitados, sem direito de reenvio. O resultado da avaliação do trabalho será comunicada ao autor num período máximo de dois meses. 

Não é aceito plágio total ou parcial de nenhuma outra obra ou site. A verificação de plágio é feita utilizando o software online Plagium.


Estrutura do Manuscrito

 

Embora se respeite a criatividade e estilo dos autores na opção pelo formato do manuscrito, sua estrutura é a convencional, contendo introdução, materiais e métodos ou casuísticas e métodos, resultados, discussão e conclusão, com destaque às contribuições do estudo para o avanço do conhecimento no campo das ciências forenses, bioética, direito médico, odontológico e da saúde e áreas afins.

A Introdução deve ser breve, definir claramente o problema estudado, destacando sua importância e as lacunas do conhecimento. Incluir referências que sejam estritamente pertinentes.

Os Materiais e Métodos ou Casuísticas e Métodos empregados, a população estudada, a fonte de dados e os critérios de seleção devem ser descritos de forma objetiva e completa.

Os Resultados devem estar limitados somente a descrever a análise do material (quantitativo ou qualitativo). O texto complementa e não repete o que está descrito em tabelas e figuras.

A Discussão enfatiza os aspectos novos e importantes do estudo, faz interpretações e comparações com outras fontes publicadas na literatura e não citadas na introdução. Para os estudos experimentais, é útil começar a discussão com breve resumo dos principais achados, depois explorar possíveis mecanismos ou explicações para esses resultados, comparando e contrastando os resultados com outros estudos relevantes. 

A Conclusão ou Considerações Finais deve estar vinculada aos objetivos do estudo, mas evitar afirmações e conclusões não fundamentadas pelos dados.

Autoria

 


O conceito de autoria adotado pelo BJFS baseia-se na contribuição substancial de cada uma das pessoas listadas como autores, no que se refere, sobretudo, à concepção e planejamento do projeto de pesquisa, obtenção ou análise e interpretação dos dados, redação e revisão crítica. Não se justifica a inclusão de nomes de autores cuja contribuição não se enquadre nos critérios acima, podendo, nesse caso, figurar na seção Agradecimentos.

Preparo dos Manuscritos

 


Folha de apresentação (deve ser enviada em arquivo único). Deverá conter apenas título e resumo em português e inglês para artigos enviados em português. Os artigos enviados em inglês não deverão conter textos em português. O resumo deverá conter até 250 palavras, incluindo o objetivo da pesquisa, procedimentos básicos (seleção dos sujeitos, métodos de observação e analíticos, principais resultados) e as conclusões.   Ao final do resumo, deverão ser indicados no mínimo três e no máximo seis descritores, de acordo com “Index Medicus” e DeCS (Descritores em Ciências da Saúde), disponível em http://decs.bvs.br/.

Deverão ser destacadas as contribuições para o avanço do conhecimento no campo das ciências forenses, bioética, direito médico, odontológico e da saúde e áreas afins.

O nome dos autores será disposto na ordem de publicação, com sobrenome em maiúsculo; titulação e instituição dos autores; endereço completo do autor correspondente incluindo telefone e endereço eletrônico. O título deve ter preferencialmente até 20 (vinte) palavras.

Documentação obrigatória

 


No ato da submissão dos manuscritos deverão ser anexados ao e-mail os documentos:

- cópia da aprovação do Comitê de Ética ou Declaração de que a pesquisa não envolveu sujeitos humanos;

- carta de submissão preenchida e assinada por todos os autores.

Os documentos deverão ser digitalizados em formato JPG ou GIF.

Formatação obrigatória

 


O artigo deve ser digitado em fonte Arial 12, com espaçamento de 1,5, justificado, com margens de 2,5cm em cada lado, em página A4.


O título deve ser digitado em fonte Arial 14, em negrito, caixa alta, centralizado e apresentando no máximo 20 (vinte) palavras.


As páginas deverão ser numeradas consecutivamente, com números arábicos, a partir da página inicial de texto e a numeração deverá ser localizada na parte inferior direita.


As ilustrações (gráficos, tabelas, fotografias, etc) são consideradas figuras e devem ser limitadas à menor quantidade possível. Devem ser numeradas com números arábicos, com suas respectivas legendas de acordo com a ordem em que aparecem no texto. Caso a ilustração seja composta de mais de uma imagem, utilizar letras (A,B,C,etc) para indicá-las. Utilize somente abreviações padronizadas internacionalmente.


As fotografias devem ser enviadas em cores originais e digitalizadas em formato jpg ou tiff com pelo menos 300dpi.


As notas de rodapé: deverão ser indicadas por asteriscos, iniciadas a cada página e restritas ao mínimo indispensável.


O número máximo de páginas inclui o artigo completo, com o título, resumos e descritores nos dois idiomas, as ilustrações, gráficos, tabelas, fotos e referências:


- Artigos originais ou relatos de caso em até 25 páginas. Sugere-se incluir referências estritamente pertinentes à problemática abordada e evitar a inserção de número excessivo de referências numa mesma citação.

- Comunicações breves, máximo de 8 páginas.


- Cartas ao Editor, máximo de 2 página.


- Artigos de revisão em até 25 páginas. Sugere-se incluir referências estritamente pertinentes à problemática abordada e evitar a inserção de número excessivo de referências numa mesma citação.


- Resenhas, máximo de 5 página.


Os depoimentos dos sujeitos deverão ser apresentados em itálico, letra Arial, tamanho 10, na sequência do texto. Para as citações “ipsis litteres”, deve-se usar apenas aspas, na sequência do texto.

Normas Técnicas

 


Citações


As citações no texto deverão ser realizadas de maneira numérica, com numeração única e consecutiva (ordem de aparecimento no texto), em algarismos arábicos em sobrescrito. Quando houver mais de uma referência, separar por vírgula. Citar o nome do autor seguido do número da referência somente quando estritamente necessário. A exatidão das referências é de responsabilidade dos autores.


Referências 


Todas as referências devem estar citadas no texto. Devem ser numeradas consecutivamente na ordem de citação.


As referências devem ser ordenadas pelo sobrenome dos autores na mesma seqüência em que aparecem no texto, com numeração. Deverão seguir o Uniform Requirements for Manuscripts submitted to Biomedical Journal – Vancouver, JAMA, 1997; 277: 927-34. Disponível no site: http://www.nlm.nih.gov/bsd/uniform_requirements.html.


Os nomes de todos os autores devem ser citados até o número máximo de 6 (seis). No caso de mais autores, os seis  primeiros devem ser citados, seguidos da expressão, et al, em itálico.


Abreviaturas dos títulos dos periódicos devem seguir o Index Medicus/ MEDLINE, sem negrito, itálico ou grifo.


 


Exemplos:


- Livro


Ramos DLP, Alves EGR. Profissionais de saúde: vivendo e convivendo com HIV/AIDS. 1. ed. São Paulo: Santos; 2002. 101 p.


- Capítulo de livro


Melani RFH. . Estudo do crânio na pesquisa da cor da pele. In: Silva M. Compêndio de Odontologia Legal. Rio de Janeiro: Editora Medsi; 1997. p. 149-69.


- Documentos legais


Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução nº 79 de 28 de agosto de 2000. DO 169 de 31/08/2000. p. 1415-537.


- Monografia, Dissertação e Tese


Caputo IGC. Emergências médicas em consultório odontológico: implicações éticas e legais para o cirurgião dentista [Dissertação de Mestrado]. Piracicaba: Faculdade de Odontologia de Piracicaba, FOP/UNICAMP; 2009.


- Artigo de Periódico


Silva RF, Prado FB, Caputo IGC, Devito KL, Botelho TL, Daruge Junior E. The forensic importance of frontal sinus radiographs. J Forensic Legal Med. 2009; 16: 18-23.


Schwartz JH. The Skull. Em: Schwartz JH editor. Skeleton keys: an introduction to human skeletal morphology, development and analysis. New York: Oxford University Press; 1995; 23-78


Frias AC, Narvai PC, Araujo ME, Zilbovicius C, Antunes JLF. Custo da fluoretação das águas de abastecimento público, estudo de caso Município de São Paulo, Brasil, período de 1985-2003. Cad Saúde Pública. 2006; 22(6): 1237- 46.


- Organização ou Sociedade como autor de artigo


American Academy of Periodontology. Epidemiology of periodontal disease. J Periodontol. 1996; 67: 935-45.



Submissão dos Artigos


 



Os artigos devem ser apresentados em inglês ou português e submetidos através do sistema online deste website. 



MODELO - Carta de Submissão e Transferência de Direitos Autorais



Nós, (nome completo dos autores), autores do artigo intitulado (título do artigo), enviamos para apreciação deste Conselho Editorial, e em caso de publicação, transferimos para a revista "Brazilian Journal of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics" todos os direitos e interesses autorais do artigo supra mencionado.



Certificamos que o artigo é original e que o mesmo, em parte ou na íntegra, não foi publicado ou está sendo  considerado para publicação em outro periódico.



Declaramos que o conteúdo do artigo não consiste de plágio ou fraude, e que cada autor participou suficientemente do trabalho para tornar pública sua responsabilidade pelo conteúdo.



Este acordo prevê a publicação de todas as informações contidas no artigo e inclui a sua adaptação para veiculação em formato impresso ou eletrônico.



 



Nome Completo, documento de identificação e assinatura de todos os autores.



Local e data


Correspondência

 


Brazilian Journal of Forensic Sciences Medical Law and Bioethics

A/C: Editor Chefe: Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos Ltda.

Endereço: Av. Senador César Vergueiro, 505, sala 16, Condomínio Empresarial Elshaddai, Jardim São Luis. CEP: 14020-500. Ribeirão Preto, SP.

Telefone: (16) 36241724

E-mail: brazilianjournal@ipebj.com.br

Website: www.ipebj.com.br