Apresentação

FSI Brasil

Criado pelo IPEBJ – Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos, o FSI Brasil - Forensic Sciences Investigation é a primeira Unidade Privada de Estudo, Pesquisa e Extensão Investigativa com atuação na grande Área Forense no Brasil. 
 
Oferecendo os serviços de Pesquisa, Assistência Técnica (Perícia), Consultoria e Treinamentos, o FSI Brasil conta com laboratórios multidisciplinares em Ciências Forenses, Ciências Sociais  Aplicada e Ciências Comportamentais, que são coordenados por docentes (maioria mestres e doutores) e profissionais altamente qualificados tendo em vista o compromisso com a qualidade dos procedimentos e da assistência à sociedade.     
 
O FSI Brasil, que também atende a demanda da Área Educativa do IPEBJ, através de estudo e pesquisas orientadas pelos docentes, foi idealizado e está sobre a coordenação geral dos sócios e diretores do IPEBJ.      
 
Departamentos FSI Brasil:   
A - Núcleo de Consultoria Investigativa, Forense e Criminal Unidade Comportamental e Criminal Profiling
Unidade de Criminologia 
Unidade de Fonoaudiologia e Linguística Forense 
Unidade de Psicologia Jurídica 
Unidade de Ciências Comportamentais      
 
B - Núcleo de Criminalística e Ciências Forenses 
Unidade Multidisciplinar – CrimLab 
Unidade de Odontologia Legal
Unidade de Antropologia Forense 
Unidade de Fotografia Técnica Pericial 
Unidade de Análise Pericial em Audiovisual 
Unidade de Química Forense 
 
C - Núcleo de Biologia Forense 
Unidade de Biologia Molecular: Genética Forense 
Unidade de Botânica Forense 
Unidade de Entomologia Forense     
 
A área de produção científica, incluindo publicações, está sob a coordenação da Profa. Dra. Carla Arena Ventura e da Profa Ariadne Andrade Costa, ambas editoras chefe da revista científica eletrônica Brazilian Journal of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics, editada pelo IPEBJ. 
 
 
 

Núcleo de Criminalistica e Ciências Forenses

Unidade Multidisciplinar – Criminalística - CrimLab

FSI Brasil


Atuante nas áreas de:
Perícias e Análises com Simulação de locais de crime,
Análise Técnica Pericial de Peças,
Análises em Impressões e Manchas
Balística forense
Fenômenos físicos ligados a casos e peças forenses.
Análise de locais de incêndio, desabamento, arrombamento;
A Unidade objetiva auxiliar nas atividades forenses, analisando vestígios em busca da resolução de casos judiciais, serviço este, disponível para as mais diversas instituições públicas e privadas. Busca propiciar a formação de qualidade, constituindo-se em um polo de comprometimento com a atualização e a atuação profissional. Como unidade multidisciplinar, desenvolve atividades de consultoria e treinamento em parceria com diversas áreas das Ciências Forenses propiciando a dinâmica de equipes multiprofissionais. As atividades propostas têm a preocupação de formar habilidades em pesquisa e análise da prova técnica de um caso judicial e dar apoio as atividades docentes e discentes do IBEBJ.

Unidade de Odontologia Legal

FSI Brasil

A área da Odontologia Legal é de grande importância para a perícia, podendo ser realizadas em todos os âmbitos jurídicos (Cível e Penal), auxiliando a identificação humana em Marcas de mordidas, Lesão corporal e valoração do dano e doenças profissionais entre outros.
A Unidade, além de suprir a demanda educacional do IPEBJ em aulas práticas e de simulação, executa projetos de pesquisas científicas e presta serviços de consultoria e assessoria técnica para instituições públicas e privadas.
São atividades dessa Unidade:
- Auxílio na elaboração da petição inicial ou contestação
- Elaboração de quesitos
- Acompanhamento de perícias e manifestação do laudo pericial
- Elaborar pareceres técnicos
- Analisar provas e evidências quando o assunto for odontológico
- Estipular idade de crianças e adolescentes
- Avaliar os acidentes e doenças profissionais relacionadas ao labor

Unidade de Fotografia Técnica Pericial

FSI Brasil


A utilização de fotografias em laudos periciais é essencial para se estabelecer uma forma comum de entendimento entre os especialistas da ciência (Peritos Criminais), os operadores do saber jurídico (Juízes, Delegados e Advogados) e o corpo de jurados, constituído por pessoas com formações e convicções heterogêneas e distintas.
Utilizando técnicas básicas e avançadas de fotografia, e técnicas de iluminação (light-painting), essa Unidade, além de suprir as necessidades educacionais do IPEBJ, é apoio aos outros laboratórios, no trabalho de consultoria e assessoria a instituições púbicas e privadas.

Unidade de Antropologia Forense

FSI Brasil

A Antropologia Forense é importância para a perícia, podendo ser realizadas em todos os âmbitos jurídicos (Cível e Penal), auxiliando a identificação humano. Quando nos deparamos com situações onde um corpo é encontrado e não é possível a realização da identificação através de DNA, ou análise de impressões digitais, a antropologia forense é um importante aliado. Além disso a antropologia forense também atua em casos de exclusões, como por exemplo pessoas desaparecidas. Ossadas ou cadáveres em avançado estado de putrefação são encontrados e muitos deles sem condições de reconhecimento. Nesse caso a antropologia é fundamental para ajudar na identificação por exclusão. Através da análise de ossadas é realizado um laudo antropológico onde constará as informações  de ancestralidade, sexo, estimativa de altura e de idade e destreza manual, além de marcas de diferentes instrumentos lesivos que podem ter sido utilizados como armas em caso de homicídios ou mesmo suicídio. De posse destas informações o perito pode excluir ou incluir possíveis suspeitos, que se enquadrem nas características relatadas.
Dentro desta proposta o laboratório de Antropologia Forense do FSI está apto a fornecer os seguintes serviços:
Análise de ossadas para fins de identificação humana
Analise de ossadas para avaliação de lesões traumáticas e causa mortis
Exumações

Unidade de Química Forense

FSI Brasil

Consultorias Forenses Atuante nas áreas de Perícias em drogas psicoativas encontradas na clandestinidade  (street drugs) bem como auxiliando a diferenciá-las através de seus efeitos passiveis de observação no ser humano ( sinais e sintomas).  Análises físico-químicas realizadas em diferentes suportes e análises toxicológicas realizadas em amostras biológicas. Ocorrências envolvendo acidentes de transito e uso e abuso de substancias alcoólicas.  A Unidade objetiva fornecer subsídios para uma efetiva apreciação dos fenômenos ligados ao uso e abuso de substancias psicoativas em diferentes situações de ilícito penal como violência doméstica, acidentes viários com presença de álcool etílico, medicamentos ou tráfico de substancias ilícitas. 

Núcleo de Consultoria Investigativa, Forense e Criminal

Unidade Comportamental e Criminal Profiling

FSI Brasil

Profiling Criminal é uma ferramenta de análise comportamental que procurar traçar o perfil psicossocial de um ofensor com propósitos investigativos e/ou jurídicos. Inclui o estudo aprofundado do perfil da vítima e da cena do crime. É uma análise aplicável a um conjunto heterogéneo de crimes e de criminosos podendo incluir homicidas, estupradores, ladrões, arrombadores e pedófilos. Em alguns casos, e mediante elos probatórios revelados pela investigação tradicional, o profiling pode ajudar com o mapeamento dos crimes com o intuito de estudar correlações entre a geografia e o perfil psicossocial do criminoso e, no caso de suspeita de crime em série, determinar a área geográfica com maior probabilidade de atuação e ainda analisar o modus operandi para fins investigativos. Deste trabalho provêm subsídios para o desenvolvimento de projetos de extensão, como o treinamento de policiais militares e civis, principalmente investigadores, sensibilizando-os para as diversas metodologias  e terminologias  de análise comportamental aplicáveis à investigação criminal e também ao processo jurídico que se segue.

Unidade de Psicologia Jurídica

FSI Brasil

A unidade de Psicologia Jurídica oferece serviços a instituições públicas e privadas. Atua nas áreas de Psicologia Jurídica (Psicologia Investigativa, Psicologia Criminal, Psicologia Forense, Psicologia Policial Militar e Psicologia Penitenciária). Cabe ao psicólogo a avaliação das características de personalidade para fornecer subsídios ao processo judicial através de triagem psicológica, e aplicação de instrumentos exclusivos, como testes projetivos, escalas, testes psicométricos e inventários; avaliar as condições intelectuais e emocionais de crianças, adolescentes e adultos em conexão com processos jurídicos, seja por deficiência mental ou insanidade, aplicando métodos e técnicas psicológicas e/ou de psicometria, para determinar a responsabilidade legal por atos criminosos, bem como danos psicológicos e neuropsicológicos presentes; elaborar laudos e pareceres âmbito psicológico, através de perícias realizadas em processos sejam eles, cíveis ou criminais, bem como inquéritos policiais; avaliar danos psicológicos em vítimas decorrentes de crimes diversos; Com relação ao sistema penitenciário, promove a avaliação de periculosidade e outros exames psicológicos, para os casos de pedidos de benefícios em que a lei de execução penal vigente possa ser aplicada, além de atuar em pesquisas, que fundamentarão análises futuras e atualizam e reforçam a importância das ciências forenses. Já no processo investigatório, realiza avaliação de perfil criminal, que é uma técnica investigativa que infere aspectos psicossociais do criminoso com base em uma análise psicológica e criminalística. Desta forma, orienta com eficiência a investigação criminal, a partir do local do crime com a utilização de um método de análise de vestígios na interpretação do comportamento criminoso. Consequentemente conduz a diminuir o número de suspeitos, estabelecendo uma estratégia de ação, e promovendo um planejamento de interrogatório perante aqueles que são citados como possíveis autores. Existem alguns outros casos em que o psicólogo pode ser necessário, como para contestação de laudos psicológicos em concursos, em casos de interdição, sucessões, no processo de adoção e nos processos envolvendo dependentes químicos. O psicólogo pode contribuir com a justiça avaliando, investigando e emitindo laudos que possam esclarecer e elucidar comportamentos que possam levar uma pessoa a cometer delitos e homicídios em função de uso de sustâncias psicoativas e outros vícios, em decorrência de compulsões e transtornos de personalidade. A pessoa poderá estar desde um grau inicial de dependência até um grau avançado que o impeça de ter críticas do ato e até mesmo conter-se sob efeito psíquico da compulsão. Auxilia ainda os advogados nos processos como assistente técnico, que poderá ser desde as estratégias no andamento do processo, até em internações compulsórias, conforme a lei 10216. Auxilia através de consultoria, palestras e treinamentos em como conhecer o perfil do dependente, como detectar e lidar com indivíduos portadores de dependências, conhecer indícios de comportamentos provenientes, tais como mentiras, manipulações, coerção entre outros.

Unidade de Criminologia

FSI Brasil

Uma avaliação criminológica é o tipo de consulta/exame/análise realizado por um criminólogo. Por definição, é da incumbência dos criminólogos forenses realizar uma variedade de avaliações criminológicas com o propósito de abordar questõesinvestigativas e legais No Tribunal, existem essencialmente três tipos de intervenções reservadas aos criminólogos forenses onde podem exercer como peritos na conduta desviante:   - Apresentação de teorias criminológicas: Trata-se da apresentação de qualquer teoria criminológica ao Tribunal que tenha como objetivo fundamentar os argumentos dos intervenientes no processo (procurador, advogado de defesa) ou auxiliar o Juiz no processo de tomada de decisão relativamente a medidas de segurança, medidas preventivas e à escolha e determinação concreta da medida da pena  - Apresentação de resultados de investigação/pesquisa académica: a Criminologia produz saber científico que tem um impacto direto em questões que surgem no processo penal e civil. Os criminólogos debruçam-se sobre as causas, explicações e modos de prevenção da criminalidade, incluindo a identificação de perfis de ofensores e dinâmicas de vitimização, isto é, procuram estudar todos os intervenientes e processo subjacentes ao ato criminoso.  - Avaliações/Análises Criminológicas: os criminólogos (das mais variadas áreas da Criminologia) podem pronunciar-se sobre as provas recolhidas durante a investigação de uma ocorrência, tanto durante o processo investigativo, assim como, mais tarde, durante o julgamento. Tipos de análises criminológicas: 1. Identificação e Classificação de Tipos de Agressores 2. Investigação Forense Ambígua 3. Reconstrução do Crime/ Determinação de Encenação no Local do Crime 4. Análise Vitimológica (avaliação da exposição/risco da vítima) 5. Autópsia Psicológica 6. Análise Motivacional 7. Determinação de Indicadores de Tortura 8. Profiling Criminal 9. Análise Comparativa de Casos 10. Relatórios Pré-sentenciais/Avaliação de Fatores Atenuantes e Agravantes 11. Avaliação da Responsabilidade Policial e do Uso de Força Lesiva Fatal 12. Avaliação da Responsabilidade Civil em Propriedades / Imóveis

Unidade de Ciências Comportamentais

FSI Brasil

Essa unidade realiza perícias em arquivos de audio e vídeo através de equipamentos específicos e softwares especializados e também atua examinando depoimentos, confissões e testemunhos. Tem como objetivo a análise e descrição do comportamento comunicativo, bem como dos sinais indicativos de mentira. Nesse contexto de análise são realizados exames e mensurações no que diz respeito ao comportamento não-verbal (micro expressões faciais, excitação autonômica e dificuldade cognitiva). As linhas de pesquisa nessa área são diversas, incluindo: Proxêmica (uso e organização do espaço),Tacêsica (linguagem do toque), Cinésica (movimento do corpo), características físicas, o que também vem auxiliando a Justiça na busca pela verdade. Dentre os exames realizados destacam-se: - Identificação facial e análise de imagens - Análise Proxêmica, Tacêsica e Cinésica - Análise não verbal do comportamento Mantemos aqui o L.I.E.S - Laboratório de Identificação de Evidências de Simulação.    

Unidade de Fonoaudiologia e Linguística Forense

FSI Brasil

Através da perícia da comunicação e de recursos de avaliação, softwares e análise perceptivo-auditiva, situações como ameaças, chantagens, sequestros, gravações telefônicas e gravações de áudio e vídeo, entre outros, podem ser investigadas, identificadas e esclarecidas. A Unidade de Fonoaudiologia Forense está baseado na linha educativa, investigativa e social, oferecendo serviços de perícia, atendendo a comunidade e estabelecendo novas parcerias públicas e privadas . O trabalho é desenvolvido mediante o uso de materiais de provas, conteúdos de vídeo, arquivos de áudio contendo diálogos gravados, depoimentos e discursos disponibilizados para o projeto ou retirados de domínio público. Dentre os exames realizados destacam-se: - Exame de Identificação Forense de Falante, que consiste em indicar a autoria de gravações de interceptações telefônicas ou de gravações ambientais através de características articulatórias e linguísticas, bem como da análise acústica do sinal sonoro; - Análise de Conteúdo, que consiste na verificação minuciosa do conteúdo de depoimentos, confissões, testemunhos, Imagens e áudios, buscando além da identificação, a descrição e a melhora na qualidade da gravação; -Transcrições ou degravações; - Análise e descrição do comportamento comunicativo, bem como dos sinais indicativos de mentira. - Exames e mensurações do comportamento verbal (elementos relacionados à emissão sonora, quantitativo linguístico e análise do discurso) Além de realizar pesquisas diretamente relacionadas ao tema, este laboratório vem auxiliando a Justiça na busca pela verdade. Faz parte dessa unidade o L.I.E.S - Laboratório de Identificação de Evidências de Simulação.     

Núcleo de Biologia Forense

Unidade de Biologia Molecular: Genética Forense

FSI Brasil

Consultorias Forenses A análise do ácido desoxirribonucleico (DNA) permite estabelecer um perfil biológico único para cada indivíduo a partir de quantidades ínfimas de material biológico. Assim, tornou-se uma ferramenta indispensável na Perícia Forense, auxiliando de forma imensurável tanto nas questões de identificação cível como nas de identificação criminal. Com a finalidade de transferir à comunidade e ao público universitário os conhecimentos técnicos e científicos proporcionados pela pesquisa e extensão, a Unidade de Biologia Molecular realiza projetos que atendem às necessidades da comunidade e propicia aos alunos de pós-graduação do IPEBJ a aquisição de conceitos teóricos e práticos da atuação do perito na Identificação Humana pela análise do DNA. - Acompanhamento de processos de investigaçãode paternidade. - Acompanhamento de processos de identificação humana.

Unidade de Entomologia Forense

FSI Brasil

A Entomologia Forense é uma área de investigação científica que utiliza insetos e outros artrópodes, em casos envolvendo algum tipo de litígio.  A Unidade, através de evidências entomológicas, busca responder questões relevantes para a investigação, que podem auxiliar a autoridade judicial na elaboração de uma sentença com embasamento científico.  Os conhecimentos da Entomologia médico legal podem ser utilizados para revelar o modo e a localização da morte do indivíduo, bem como mais freqüentemente, estimar o tempo de morte. Além de outras aplicações como na identificação de entorpecentes e em maus tratos, como larvas de moscas encontradas em locais onde bebês foram privados de cuidados. No caso da Entomologia urbana, a maioria dos casos em que entomologistas forenses podem atuar envolve a presença de cupins em edificações. No que se refere à Entomologia de produtos estocados, a quase totalidade de casos mais recentes envolve contaminação de produtos estocados/ comercializados, como por exemplo, no caso de barrinhas de cereais contaminadas com fragmentos de insetos e outros artrópodes. A Unidade de Entomologia Forense pode atuar na Entomologia Médico Legal, na Entomologia Urbana e da Entomologia de Produtos Estocados.  

Unidade de Botânica Forense

FSI Brasil

Consultorias Forenses O ambiente em que um caso forense está inserido pode fornecer vestígios que auxiliam em seu esclarecimento, assim a análise de fragmentos de origem vegetal coletados na cena ou em um objeto relacionado ao fato, pode vincular o fato às pessoas. Com essa premissa, a Botânica Forense é uma área em desenvolvimento que possui um papel fundamental no auxilio à elucidação de casos forenses. A Unidade de Botânica Forense visa contribuir com o público geral e universitário na construção do conhecimento sobre a botânica e sua atuação no campo forense por meio de pesquisas e extensão, realizando projetos e consultorias. E ainda proporciona aos alunos de pós-graduação do IPEBJ o conhecimento dos conceitos teóricos e práticos da botânica e sua relação com a perícia técnica. Essa Unidade está inserida no Núcleo de Biologia e de forma ampla trabalha com Análise de impacto ambiental.

FSI Brasil - Forensic Sciences Investigation: Primeira Unidade Privada de Estudo, Pesquisa e Extensão Investigativa com atuação na grande Área Forense no Brasil. Oferecendo os serviços de Pesquisa, Assistência Técnica (Perícia), Consultoria e Treinamentos, o FSI Brasil conta com laboratórios multidisciplinares em Ciências Forenses, Ciências Sociais Aplicada e Ciências Comportamentais

- Saiba Mais

Brazilian Journal Of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics: O Brazilian Journal of Forensic Sciences - BJFS, única revista na América Latina com essa abrangência, tem como objetivo divulgar e valorizar a produção científica em ciências forenses , direito médico, odontológico e da saúde e bioética, expondo as novas tecnologias e metodologias empregadas em diversas situações, incentivando a interação multidisciplinar no campo dessas ciências.

- Saiba Mais