Percepção Famíliar sobre o Ato Infracional e o Cumprimento de Medida Socioeducativa

Authors

  • Thiara Ferreira Potratz
  • Ariadne de Andrade Costa

DOI:

https://doi.org/10.17063/bjfs8(1)y20181

Keywords:

Family perception, Percepção familiar, Socio-educational measure, Medida socioeducativa, Adolescent in conflict with the law, Adolescente em conflito com a lei, IASES, IASES

Abstract

Esta pesquisa investiga a percepção de familiares ou responsáveis de adolocentes em cumprimento de media socioeducativa em privação de liberdade a respeito do ato infracional e da medida socioeducativa. Os participantes são 15 adultos responsáveis legais de 15 diferentes adolescentes internos do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (IASES) cumprindo medida socioeducativa em 2015. Utiliza-se o método qualitativo fenomenológico-semiótico para analisar os resultados. Os responsáveis legais acreditam que os maiores motivos para a prática de atos infracionais são as más influências e o ganho de dinheiro fácil. Alguns deles acham que a medida socioeducativa é algo positivo e auxilia na recuperação dos adolescentes; outros, não. Aponta-se a necessidade de intervenções e ações que envolvam a família e o adolescente favorecendo seu desenvolvimento como indivíduos, membros de uma família e da sociedade.

Published

2018-11-29

How to Cite

Thiara Ferreira Potratz, & Ariadne de Andrade Costa. (2018). Percepção Famíliar sobre o Ato Infracional e o Cumprimento de Medida Socioeducativa. Brazilian Journal of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics, 8(1), 1–20. https://doi.org/10.17063/bjfs8(1)y20181