VOLTAR
Criminologia

Criminologia

Local

Ribeirão Preto - SP

Horário

Sexta-feira: 18 às 23h e Sábado: 8 às 18h
(1 final de semana por mês)

Duração


24 Meses

Investimento

25x de R$ 660,00**

- Ribeirão Preto - SP: Matrículas abertas até 18 de Outubro de 2018 -

 

O Curso

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CRIMINOLOGIA

CERTIFICAÇÃO: 
Curso de Especialização reconhecido pelo MEC.

INÍCIO DAS AULAS:
Data: 26/10/2018
Local: Ribeirão Preto / SP -  Sede do IPEBJ - Av. Senador César Vergueiro, 505

APRESENTAÇÃO
A Criminologia é uma “Ciência que estuda o crime e o criminoso, suas causas sociais, comportamentais e psicológicas, bem como suas implicações no sistema jurídico-penal” (SUTHERLAND), ou seja, é uma ciência que visa estudar o deliquente, a vítima e o controle social da criminalidade. É importante fonte de subsídios nas investigações policiais, no curso do processo penal e na execução da pena.

Relaciona-se, praticamente, com quase todas as ciências e áreas do conhecimento humano. Na sua base encontram-se a Biologia, a Antropologia, a Sociologia, a Psicanálise e a Psicologia sempre que essas disciplinas tiverem como objeto o estudo do homem. Está estreitamente vinculada às ciências criminais isto é, ao Direito Penal, ao Direito Processual Penal, ao Direito Penitenciário, à Medicina Legal, à Polícia Judiciária e a Policiologia.

O IPEBJ
Referência Nacional e a mais tradicional Instituição do setor, há mais de 20 anos a família “Volpe Miele” trabalha na grande Área Forense e desde de 2006 oferece através do IPEBJ, formação, capacitação, pesquisa, extensão, desenvolvimento, consultoria e assessoria.

Objetivo

OBJETIVOS
O curso tem por objetivo oferecer aos profissionais, interessados no estudo e pesquisa criminológica, uma visão ampla e crítica da Criminologia ( teorias criminológicas clássicas e contemporâneas), Política Criminal, Direito Penal, Leis Penais Extravagantes, Execução Penal, Instâncias de Controle e Teorias Sociológicas do Consenso e do Conflito e outras relacionadas, vez que todas essas disciplinas interagem e interpenetram-se para colaborar com o Poder Público na montagem de uma Política Criminal que atenda a prevenção e repressão à criminalidade.
Capacitar os profissionais para docência.

DIFERENCIAL
Trata-se de um projeto interdisciplinar, permitindo a análise, o pensamento crítico  e o debate da violência de forma democrática.
 
O Estado, com o objetivo de conter o crescimento da criminalidade, deveria adotar uma Política Criminal eficiente tomando medidas sérias no tocante à prevenção e repressão ao crime. Não existe, aqui no Brasil, um curso de graduação em Criminologia e só muito recentemente as faculdades de Direito têm procurado incluir no seu curriculum esta disciplina. Entendendo que o Direito Penal e o Direito Processo Penal, sozinhos, não vão resolver o problema da criminalidade, o curso contempla disciplinas como Medicina Forense, Sociologia, Psiquiatria Forenses e Psicologia Jurídica.  Contempla ainda disciplinas como Investigação Criminal e Práticas Policiais e Fundamentos Fiolosóficos da Criminologia.
 
Objetivando a adoção de uma Política Criminal mais séria e mais eficiente, os concursos para ingresso na Magistratura, Ministério Público, Procuradoria e Polícia Civil estão exigindo conhecimentos na área de Criminologia.

Mercado de trabalho:A necessidade de formação desse profissional. o Criminólogo, aumenta a cada dia. Com o aumento da criminalidade, os olhos se voltam para esse tipo de fenômeno que envolve toda a sociedade. Daí a importância de se ter um curso de pós-graduação em Criminologia, até mesmo como forma de incentivo ao policial. A criminologia como serviço de consultoria é bastante utilizado nos EUA. Os advogados podem recorrer a criminologistas para os ajudarem nos casos. Tal prática já tem sido percebido em nosso país, a medida em que novos criminólogos vem sendo bem preparados. Temos que lembrar que a instabilidade emocional que advém das dificuldades financeiras, levam a um aumento do crime. Diante da Criminalidade e para encontrar meios de combatê-la, se faz necessário profissionais preparados que possam discutir Políticas Criminais na busca de soluções para os problemas. É esse profissional, o Criminólogo, que poderá contribuir nessas questões.

Público Alvo

Profissionais de nível superior das áreas do Direito, Psicologia, Psicanálise, Medicina, Pedagogia, Ciências Sociais, Serviço Social, Policiais, Peritos Criminais, Áreas afins e qualquer graduado que tenha interesse na área.
 
 

Informações Adicionais

*O IPEBJ reserva-se no direito de não iniciar a turma caso o número mínimo de alunos não seja atingido. Neste caso, o valor da primeira parcela paga será devolvido integralmente. 

ETAPAS DO PROCESSO SELETIVO: 
- Preenchimento da solicitação de matrícula e envio do currículo pelo aluno
- Avaliação das informações do aluno pela instituição
- Entrevista pessoal, caso seja solicitada pela coordenação
- Feedback de aprovação ou reprovação enviado para o email do aluno
- Após confirmação de aprovação, o aluno deverá efetuar o pagamento do boleto bancário já gerado.

Após a conclusão dessa etapa, enviar pessoalmente ou via correio:
Relação de Documentos Obrigatórios:
Requerimento de matrícula preenchido e assinado. (Clique aqui para fazer o download do requimento).
Documento comprobatório de associação do aluno à Instituição conveniada, para concessão de desconto no Curso
Atestado de Antecedentes Criminais.
Duas cópias autenticadas de:
Diploma de Graduação, devidamente registrado, obtido em curso superior reconhecido pelo Ministério da Educação, ou Certificado de Conclusão de Curso.

Duas cópias simples de:
Certidão de nascimento ou de casamento
CPF - Cartão de Inscrição na Receita Federal
RG - Cédula de Identidade ou Registro Nacional de Estrangeiro
Carteira de Reservista
Título de Eleitor
Comprovante de Residência
*Obs: Carteira de habilitação e carteira de registro profissional não serão aceitos como RG e CPF
02 fotos 3x4 recentes e coloridas

3 (três) vias do Contrato de Prestação de Serviços Educacionais (disponibilizado na Área Restrita)

Caso aprovado no processo seletivo, o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais será disponibilizado na Área Restrita, no prazo de até 3 (três) dias úteis, que deverá ser assinado e rubricado em 3 (três) vias, e devolvido ao IPEBJ via correio, dentro de período estabelecido para as matrículas. No primeiro dia de aula, o aluno receberá sua via do contrato. A entrega dos documentos pessoais e do Contrato de Prestação de Serviços Educacionais são obrigatórios para confirmação da matrícula.

 

Programa

DURAÇÃO: 24 meses
- Aulas: 01 encontro presencial por mês (Sexta: 18h às 23h / Sábado: 8h às 18h).
- Aulas teóricas, atividades práticas, visitas técnicas, estudo de casos e simulações.

CARGA HORÁRIA TOTAL: 
630 horas incluindo aulas presenciais, atividades complementares, estágio e estudo dirigido.
Obs: O estágio poderá ser realizado na própria cidade onde o aluno reside, através de convênio com o IPEBJ.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
História do Pensamento Criminológico
Fundamentos de Criminologia 
Banditismo Social e Criminalidade - Crime Organizado
Instituições Totais
Violência contra Vuneráveis
Medicina Legal
Metodologia Científica
Comportamento Comunicativo: Análise e Estratégias de Uso
Neurociência e Criminalidade
Vitimologia
Crime e Toxicomania
Programas de Segurança Pública
Psiquiatria Forense
Introdução ao Criminal Profiling
Perfilamento Criminal
Criminologia Clínica.
Psicologia Criminal e Penitenciária
Violência Urbana e Mídia
Criminalística
Criminologia Forense
Grupos Terroristas: Histórico e Perfil de Atuação
Psicologia Policial
Temas Avançados em Direito Penal e Processo Penal
Compliance
Didática do Ensino Superior

 

 

 

Valor

25x de R$ 660,00

Descontos

Para pagamentos à vista: 10% de desconto.
Desconto por indicação: 5% a cada indicação que se matricular em qualquer curso de pós-graduação lato sensu.
Desconto para ex-aluno de pós-graduação do IPEBJ: 25%.
Descontos através de convênios. Clique aqui

*Descontos não se aplicam à primeira parcela do curso (referente à matrícula). 

 

Coordenadores

Adilson Pereira

  Físico graduado na UNISA (Universidade de Santo Amaro – São Paulo). Perito Criminal desde 1987. Perito Criminal Classe Especial. Assessor Técnico da Diretoria Geral do Instituto de Criminalística de São Paulo (2000-2004 e de 2015 até hoje). Atuou em locais de crime por 14 anos. 7 ANOS - Diretor do Núcleo de Física do Instituto de Criminalística da Superintendência da Polícia Técnico Científica de São Paulo. 1 ANO - Diretor Geral dos Núcleos laboratoriais da Polícia Técnico-Científica de São Paulo; 2 ANOS - Diretor Geral do Instituto de Criminalística do Estado de São Paulo. Professor da Academia de Polícia de São Paulo/SP desde 2001 – Área Criminalística. Coordenador e Docente no IPEBJ. Professor de pós-graduação em Ciências Forenses nas seguintes instituições: Instituto Português de Psicologia e Outras Ciências, Porto/Portugal. IPEBJ - Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos de Ribeirão Preto/SP desde 2010. UniFMU – Unidade Santo Amaro – São Paulo – Capital, desde 2013. Atua nas seguintes áreas da perícia e ensino (teoria e prática):Criminalística; Balística Forense; Física Forense. Levantamento Técnico de Local de Crime; Perícias em Acidentes de Trânsito; Noções e Perícias em explosivos; Análises e Coleta de Manchas e Impressões em Locais de Crimes. Especialização em Investigação Técnico Científica de Cenas de Crime em Geral (2009) e em Cenas de Crimes de Homicídio em 2011, CSI (Crime Scene Investigator) pelo Lake Tecnical Center, Institute of Public Safety, Florida, USA. Agraciado com as seguintes medalhas: Medalha do Mérito Técnico Cientifico “Governador Mario Covas” pelos trabalhos técnicos realizados na Polícia Cientifica de São Paulo; Medalha 9 de Julho outorgado por serviços prestados a cultura, serviços humanitários, trabalhos sociais, a arte em geral e à Democracia e ao Estado de São Paulo; Medalha Constitucionalista serviços relevantes prestados à São Paulo e ao culto aos ideais cívicos e patrióticos atrelados ao movimento da Revolução Constitucionalista de 1932; Medalha de bronze da Academia de Polícia do Estado de São Paulo, pelos 10 anos de trabalho acadêmico (bronze 10 anos, prata 20 anos e ouro 30 anos); Medalha do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo pelo apoio técnico científico à corporação. 

Gustavo DÁndrea

Advogado. Doutor em Ciências Enfermagem Psiquiátrica, EERP-USP). Mestre em Ciências (Psicologia, FFCLRP-USP). Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade de Ribeirão Preto. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento (GEPESADES).

Jeniffer Sati Pereira

Bióloga. Doutora em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal), Mestre em Aquicultura e Pesca. FORMAÇÃO: Programa de Pós-graduação stricto sensu em Ciência Biológicas: Biologia Vegetal: UNESP – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” campus Rio Claro curso de doutorado. Tese defendida em 01 de Julho de 2013. Título da tese: Estrutura e dinâmica da comunidade Fitoplanctônica no período de cinco anos em ambiente oligo-mesotrófico (Lago das Ninfeias), Parque Estadual das Fontes do Ipiranga, São Paulo. 2006 – 2008: Programa de Pós-graduação stricto sensu em Aqüicultura e Pesca – Instituto de Pesca São Paulo – SP Mestre em Aqüicultura e Pesca Dissertação defendida em 11 de Julho de 2008. Título da dissertação: Avaliação do impacto do efluente de piscicultura sobre o corpo receptor. 2002 – 2006: Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo - SP Bacharel em Ciências: Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo - SP Licenciado em Ciências. Diplomada. ÁREA DE ATUAÇÃO Limnologia, Comunidade Fitoplanctônica, Diversidade Alfa, Beta e Gama (índices biológicos), Aquicultura, Biologia Vegetal. ATIVIDADE PROFISSIONAL/ COORDENAÇÃO E DOCÊNCIA: Coordenadora do Laboratório de Ecologia Aquática do Núcleo de Pesquisa em Ecologia do Instituto de Botânica, São Paulo – SP- Brasil, carga horária de 20h mensais: monitora na disciplina “Ambientes aquáticos continentais” no curso de PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE VEGETAL E MEIO AMBIENTE DO INSTITUTO DE BOTÂNICA, São Paulo- SP- Brasil, carga horária: 90 horas: monitora na disciplina “Ecossistemas aquáticos continentais: caracterização física e química da água (IPP 005)” no curso de PÓS-GRADUAÇÃO EM AQÜICULTURA E PESCA DO INSTITUTO DE PESCA, São Paulo- SP – Brasil. Carga horária: 60 horas. Professora de Japonês da Aliança Cultural Brasil Japão.

Margaret Mitiko Inada Pereira

  Perita Criminal Classe Especial. Biomédica com Especialização nível Pós-graduação em Biologia Molecular aplicada às área humana, animal e vegetal. Perita Criminal desde 1988, sendo que exerceu a função como perita de campo (local de crime) na cidade de Itanhaém e da Equipe de Perícias Criminalísticas CENTRO da capital/SP. Em 2001 passou a fazer parte da equipe de peritos do laboratório de DNA do Núcleo de Biologia e Bioquímica, realizando especificamente confronto de DNA genômico para pesquisa de ocorrência de vínculo genético na área criminal. Especialista em Investigação Técnico Científica da Cena de Crime – CSI (Crime Scene Investigator) – especialização em homicídio (2011) pelo Lake Tecnical Center, Institute of Public Safety, Florida, USA.  Participou do grupo de trabalho, na Superintendência da Polícia Técnico Científica de São Paulo, para padronização de procedimento referente a casos de violência sexual. Coordenadora e Professora de Ciências Forenses, desde 2010 (Local de Crime, DNA Forense, Biologia Forense)  no IPEBJ – Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos – Ribeirão Preto – São Paulo. Atuou nas perícias dos seguintes casos: acidente do "Airbus da Tam" no aeroporto de Congonhas/SP 2007; irmãos João Vitor e Igor dos Santos Rodrigues, homicídio, Ribeirão Pires/SP 2008; Mércia Nakashima, homicídio, Guarulhos/SP 2010; crianças Nicole Mayra da Silva Nogueira e Maiara Natalie da Silva Homicídio, Sorocaba/SP, 2011; Vitor Gurman, atropelamento fatal, Land Rover, Zona Oeste, Capital /SP, 2011; Bianca Consoli, homicídio, Zona Leste, Capital/SP, 2001. Homenagem e Reconhecimento do Sistema FIESP pelos Serviços Prestados quando do acidente do Voo 3054 Airbus da TAM. Prêmio Polícia Cidadã do Instituto Sou da Paz – Ação Vencedora: O Exame de DNA como Ferramenta na Elucidação de Crimes e na Identificação de Pessoas. Prêmio Top Gun – CSI Homicide – Orlando USA - 2011.  Agraciada com a medalha do Mérito Técnico Científico "Governador Mário Covas" pelos trabalhos técnicos realizados na Polícia Científica de São Paulo. 

Tânia Mara Volpe Miele

Especialização em Bioéitca pela Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil. Bacharel em Ciências Biológicas Modalidade Médica pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Barão de Mauá (1980) com habilitação em Patologia Clínica e Análises Clínicas; Possui graduação em Direito pela Universidade de Ribeirão Preto, SP (1997) com habilitação em Direito Privado; Especialista em Direito Médico, odontológico e da Saúde; Especialista em Ciências Forenses; Pós graduanda em Criminologia e Pós graduanda em Criminal Profiling; Sócia fundadora e diretora do IPEBJ - Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos, editor responsável pela revista científica eletrônica Brazilian Journal of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics; Coordenadora Geral dos projetos de extensão e pós-graduação do IPEBJ Educacional; Idealizadora e coordenadora do FSI Brasil - Forensic Science Investigation - Unidade Privada de Estudo, Pesquisa e Extensão Investigativa na área Forense; Coordenadora da Comissão de Perícias Forenses da OAB/SP - Subsecção de Ribeirão Preto; Coordenadora da Comissão de Bioética, Biodireito e Biotecnologia da OAB/SP Subsecção de Ribeirão Preto; Ex-coordenadora da Comissão de Direito Médico e da Saúde da OAB/SP - Subsecção de Ribeirão Preto; Membro do Comitê de Ética em Pesquisa do Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo FMRP-USP; Coordenadora da Comissão Jurídica da SBIOMAC - Sociedade Biomédica de Acupuntura; Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento GEPESADES/USP. Membro da World Association for Medical Law; Membro da Sociedade Brasileira de Bioética; Membro do IBCCRIM - Instituto Brasileiro de Ciências Criminais.

Docentes

Adilson Pereira

  Físico graduado na UNISA (Universidade de Santo Amaro – São Paulo). Perito Criminal desde 1987. Perito Criminal Classe Especial. Assessor Técnico da Diretoria Geral do Instituto de Criminalística de São Paulo (2000-2004 e de 2015 até hoje). Atuou em locais de crime por 14 anos. 7 ANOS - Diretor do Núcleo de Física do Instituto de Criminalística da Superintendência da Polícia Técnico Científica de São Paulo. 1 ANO - Diretor Geral dos Núcleos laboratoriais da Polícia Técnico-Científica de São Paulo; 2 ANOS - Diretor Geral do Instituto de Criminalística do Estado de São Paulo. Professor da Academia de Polícia de São Paulo/SP desde 2001 – Área Criminalística. Coordenador e Docente no IPEBJ. Professor de pós-graduação em Ciências Forenses nas seguintes instituições: Instituto Português de Psicologia e Outras Ciências, Porto/Portugal. IPEBJ - Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos de Ribeirão Preto/SP desde 2010. UniFMU – Unidade Santo Amaro – São Paulo – Capital, desde 2013. Atua nas seguintes áreas da perícia e ensino (teoria e prática):Criminalística; Balística Forense; Física Forense. Levantamento Técnico de Local de Crime; Perícias em Acidentes de Trânsito; Noções e Perícias em explosivos; Análises e Coleta de Manchas e Impressões em Locais de Crimes. Especialização em Investigação Técnico Científica de Cenas de Crime em Geral (2009) e em Cenas de Crimes de Homicídio em 2011, CSI (Crime Scene Investigator) pelo Lake Tecnical Center, Institute of Public Safety, Florida, USA. Agraciado com as seguintes medalhas: Medalha do Mérito Técnico Cientifico “Governador Mario Covas” pelos trabalhos técnicos realizados na Polícia Cientifica de São Paulo; Medalha 9 de Julho outorgado por serviços prestados a cultura, serviços humanitários, trabalhos sociais, a arte em geral e à Democracia e ao Estado de São Paulo; Medalha Constitucionalista serviços relevantes prestados à São Paulo e ao culto aos ideais cívicos e patrióticos atrelados ao movimento da Revolução Constitucionalista de 1932; Medalha de bronze da Academia de Polícia do Estado de São Paulo, pelos 10 anos de trabalho acadêmico (bronze 10 anos, prata 20 anos e ouro 30 anos); Medalha do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo pelo apoio técnico científico à corporação. 

Aline Lobato Costa

·         Doutora e mestre em Psicologia Investigativa pela Universidade de Liverpool-Inglaterra, ·         Professora efetiva e titular do Departamento de Psicologia e do Departamento de Direito, da Universidade Estadual da Paraíba-UEPB. ·         Coordenadora do Curso de Especialização em Inteligência Policial e Análise Criminal, convênio Ministério da Justiça-MJ/Secretaria de Segurança Pública da Paraíba/ACADEPOL-Paraíba/UEPB. ·         Coordenadora do Curso de Especialização em Direito Penal e Processual Penal e do curso de Especialização em Segurança Pública, convênio Ministério da Justiça-MJ/Secretaria de Segurança Pública da Paraíba/ACADEPOL-Paraíba/UEPB (ambos recém concluídos). ·         Professora de cursos de especialização da UEPB em Direito Penal; Segurança Pública; Perícia Criminal; Inteligência Policial e Análise Criminal. ·         Professora convidada do Curso de Especialização em Segurança Pública da Polícia Militar do Estado da Paraíba, João Pessoa-Paraíba. ·         Professora convidada do Curso de Especialização em Ciências Criminais do Centro de Educação Superior Reinaldo Ramos-CESREI, Campina Grande-Paraíba. ·         Professora convidada do Curso de Especialização em Psicologia Jurídica da Faculdade Integrada da Patos-FIP, Campina Grande-Paraíba. ·         Professora convidada do Curso de Especialização em Psicologia Jurídica e Inteligência Criminal do Instituto Nacional de Cursos-INCURSOS, Goiás. ·         Professora convidada do Curso de Especialização em Criminal Profiling do Instituto Paulista de Estudos Biomédicos e Jurídicos-IPEBJ, Ribeirão Preto-SP. ·         Presidente da Diretoria Regional Nordeste da Associação Brasileira de Psicologia Jurídica. ·         Professora ministrante de vários cursos para a Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Federal, Escola de Magistratura, Fóruns Criminais e Universidades, na área de Análise da Cena do Crime e do Perfil dos Criminosos; Comportamento Criminal; Técnicas de Investigação; Técnicas de Entrevistas com Testemunhas, Vítimas e Suspeitos; Geografia do Crime; Criminal Profiling, Psicologia Investigativa. ·         Palestrante em congressos e simpósios nacionais e internacionais. ·         Única brasileira com mestrado e doutorado em Investigative Psychology (Psicologia Investigativa).

Alvino Augusto de Sá

Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1970), graduação em Filosofia - Convento dos Dominicanos (1964), mestrado em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1975), doutorado em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1984). Livre-Docente pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (2011). É Professor Associado da Faculdade de Direito da USP. É membro da Diretoria Consultiva do IBCCRIM Instituto Brasileiro de Ciências Criminais e membro titular do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária. Atuou como psicólogo na Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo. Foi Professor Titular de Técnicas de Exame Psicológico e Diretor da Clínica Psicológica da Universidade Guarulhos. Foi Professor Titular de Psicologia Criminal e Coordenador da Clínica Psicológica da Faculdade de Psicologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, bem como Professor de Psicologia Jurídica da Faculdade de Direito da mesma Universidade. Tem experiência na área de Criminologia, com ênfase em Criminologia Clínica, atuando principalmente nos seguintes temas: Reintegração Social, Psicologia Criminal, Violência, Delinquência Juvenil e Sistema Penitenciário. 

Ana Paula de Souza Velloso

Antropóloga Forense: ABRAF (Associação Brasileira de Antropologia Forense). Perita em Antropologia Forense do GTP (Grupo de Trabalho Perus) da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República em cooperação internacional com Programa Nacional das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD – ONU). Mestrado em Ciências pelo Departamento de Patologia e Medicina Legal da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo USP (2012). Graduada em Biomedicina pelo Centro Universitário Barão de Mauá (2006). Tem experiência na área de Biomedicina, com ênfase em Patologia Clínica (Análises Clínicas). Experiência na área de Medicina Legal e Bioética, com ênfase em Antropologia Forense, Ciências forenses e Identificação Humana. Docente das disciplinas Medicina Legal e de Biodireito no curso de Bacharelado em Direito da Universidade Paulista - UNIP Campus II São José do Rio Pardo, atuando tambem no mesmo campus como Docente e Coordenadora do Curso de Bacharelado em Biomedicina. Atua como Técnica em Necrópsia no Serviço de Verificação de Óbitos (SOV) da Prefeitura de Mococa - SP. Em junho de 2012 passou a integrar o Grupo de Trabalho do Araguaia (GTA) da Comissão de Mortos e Desaparecidos Políticos do Governo Federal, ligado à Comissão da Verdade. Desenvolve trabalho de campo em escavações, para busca de ossadas de desaparecidos da Guerrilha do Araguaia (1972-1974) com o objetivo de identificação. Atuação como Perita em Antropologia Forense, nas atividades das Expedições do Grupo de Trabalho Araguaia (GTA), regulamentado pela Portaria Interministerial MJ/MD/SDH-PR nº 1.102 de 05 de junho de 2012, que tem por objetivo coordenar e executar conforme padrões de metodologia científica adequada as atividades necessárias para localização, recolhimento e devolução dos restos mortais dos desaparecidos políticos da Guerrilha do Araguaia aos seus familiares. A Participação nas atividades do Grupo de Trabalho Araguaia constitui serviço público relevante.

Antonio Jose Eça

Possui graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina da Fundação do ABC (1974), com formação pelo Manicômio Judiciário do Estado (1975-1978), especialização em Psiquiatria pela Associação Brasileira de Psiquiatria (1981), e Mestrado em Psicologia pela Universidade São Marcos (1998). Atualmente é diretor médico do CAS - Centro de Atualização em Saúde, professor de cursos de graduação e pós graduação em Psicopatologia Forense, Medicina Legal e Criminologia, e tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Psiquiatria Forense e Psicoterapia. Atua como perito e assistente técnico em varas Criminais, Cíveis e de Família.

Arlindo da Silva Lourenço

Graduado em Psicologia (UMC-Mogi das Cruzes,1989); Doutor em Ciências - Psicologia Social (USP-SP,2010); Mestre em Educação: História, Política, Sociedade (PUC-SP,2005); Especialista em Gestão de Saúde do Sistema Prisional, pela UFMS (2015); Psicologia Analítica pela Universidade São Francisco (1998) e em Educação em Saúde, pela Faculdade de Saúde Pública da USP-SP (1995); Membro associado da Associação Brasileira de Psicologia Social (ABRAPSO). atualmente; Membro colaborador do Laboratório de Estudos sobre o Preconceito (LaEP), da USP-SP, sob a coordenação do Professor doutor José Leon Crochik, desenvolvendo a pesquisa "Bullying escolar: preconceito, personalidade e ideologia". Docente na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) lecionando a disciplina "saúde e educação" para o curso de Psicologia no campus Baixada Santista. 

Carlos Renato Nakamura

Especialização Lato Sensu – Psicologia Jurídica pelo Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos (IPEBJ), em Ribeirão Preto/SP. Formação de Psicólogo. Bacharelado em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Psicólogo Judiciário no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Coordenação

Cristina Zveiter de Moraes Racca

Psicóloga Clínica e Institucional formada pela PUC-SP. Licenciada em Psicologia. Especialista em psicologia hospitalar e psicoterapia analítica de grupo. Experiencias profissionais em comunidade terapêutica, instituição escola e acolhimento institucional.

Daniel Pacheco Pontes

Possui graduação em Direito (2001) e curso de pós graduação estrito senso, doutorado em direito penal, pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente é professor doutor da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto da USP. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Penal, atuando principalmente nos seguintes temas: Direito Penal, Parte Geral; Teoria do Delito; Culpabilidade; Sanções Penais e Política Criminal.

Emanuele Seicenti de Brito

  Bacharel em Direito graduada pelo Centro Universitário Toledo de Araçatuba. Mestre e Doutora em Ciências pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo/Centro Colaborador da OMS para o desenvolvimento da pesquisa em enfermagem, período sanduíche na Universidade de Surrey (School of Law). Linha de pesquisa: Promoção de Saúde Mental/Estudos sobre a conduta, a ética e a produção do saber em saúde/Proteção Internacional dos Direitos Humanos/Direito à Saúde. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento.

Erikson Felipe Furtado

Erikson Felipe Furtado é professor de Psiquiatria da Infância e Adolescência, da Divisão de Psiquiatria do Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da FMRP (Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto) da USP (Universidade de São Paulo), Campus de Ribeirão Preto. Graduou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1984), com especialização em Psiquiatria e Psicoterapia da Infância e Adolescência pelo Instituto de Psiquiatria da UFRJ (1986). Obteve seu título de doutorado na Alemanha, pela Universidade de Heidelberg (1993), com bolsa do CNPq, em Medicina na área de Psiquiatria Infanto-Juvenil, sob orientação do Prof. Dr. Martin H. Schmidt. Foi pesquisador pós-doutor do Instituto de Psiquiatria da UFRJ de 1993 a 1994, com bolsa RD do CNPq. Fez pós-doutoramento na área de Álcool e Drogas, no Central Institute of Mental Health-Mannheim, Alemanha, de 2000 a 2001, com bolsa FAPESP. É coordenador da Área de Saúde Mental e Psiquiatria da Infância e Adolescência. É pesquisador principal e coordenador do NPCP/PAIPAD - Núcleo de Pesquisa em Psiquiatria Clínica e Psicopatologia/Programa de Ações Integradas para Prevenção e Atenção ao Uso de Álcool e Drogas na Comunidade, da FMRP-USP. Com recursos da OMS desenvolveu o projeto PAI-PAD/OMS para implementação e disseminação das Intervenções Breves para álcool e drogas. Com recursos da FAPESP e CNPq desenvolveu estudos para o desenvolvimento de protocolo de intervenções breves para aplicação em gestantes. Tem linhas de pesquisa sobre os temas: exposição intra-uterina a álcool e drogas e psicopatologia do desenvolvimento, através de projetos longitudinais, envolvendo saúde mental da gestante e puérpera, e dos filhos de farmacodependentes. É professor e orientador de pós-graduação nos programas de Saúde Mental da FMRP-USP (CAPES 6) e Toxicologia da FCFRP-USP (CAPES 5), tendo concluído até o presente, três orientações de doutorado, onze orientações de mestrado, três supervisões de pós-doutorado e 20 orientações de iniciação científica, a maioria com bolsas de agências de pesquisa. Orienta atualmente, cinco alunos de doutorado, quatro alunos de mestrado e dois alunos de iniciação científica.Tem cooperação com a Organização Mundial da Saúde, com a Organização Pan-Americana da Saúde e com parcerias internacionais, nos EUA, Reino Unido e Alemanha. É membro de corpo editorial e revisor em várias revistas científicas nacionais e internacionais. É integrante da participação brasileira no programa Treatnet II da UNODC United Nations Office for Drugs and Crime. É membro convidado do GDG - Guidelines Development Group da OMS para consumo de álcool e drogas na gestação. (Texto informado pelo autor)

Felipe de Martino Pousada Gomez

 Possui Graduação em Psicologia pela Universidade Católica de Campinas (2006), Mestrado em Enfermagem Psiquiátrica pela Universidade de São Paulo (2015) e Aperfeiçoamento em formação em aplicação dos mitos e dos símbolos pelo Centro de Formação e Assistência à Saúde (2005). Atualmente é Diretor da Gomezpsi. Coordenador de curso de pós graduação do Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos. Professor Convidado do Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos e Revisor de periódico do Brazilian Journal of Forensic Sciences – BJFS. Atua principalmente nos seguintes temas: saúde mental, reabilitação, oficina de trabalhos protegidos, terapias complementares.    

Fernanda Carneiro Bueno Guaraldo

Possui graduação em Direito pela Universidade de Ribeirão Preto - UNAERP, especialização Lato Sensu em Bioética pela Universidade Federal de Lavras/MG (2006). Atuou como Secretária da Comissão de Bioética, Biodireito e Biotecnologia da OAB/SP-Regional de Ribeirão Preto (2004- 2007). Atuou como Membro do Comitê de Ética em Pesquisa do Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2006- 2007). Membro da Sociedade Brasileira de Bioética (2006). Atuou como Membro do Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade São Camilo (2008- 2009). Atuou como membro efetivo da Câm de Bioética do CRM/MG (2010). Docente do curso de pós-graduação em Bioética da Universidade Federal de Lavras- UFLA/MG na disciplina de Bioética (2008-2010). Docente do Curso graduação Tecnólogo em Biotecnologia da Faculdade São Camilo de Belo Horizonte/MG (2008- 2011).

Fernando Cesar Crnkovic

Bacharel (Atribuições Tecnológicas) pelo Instituto de Física e Química de São Carlos (IFQSC-USP); Mestre em Ciências (área de concentração: Físico-Química) pelo IFQSC-USP; Doutor em Ciências (área de concentração: Físico-Química) pelo Instituto de Química de São Carlos (IQSC-USP); Perito Criminal desde 2002, formado pela Academia de Polícia do Estado de São Paulo.

Fernando de Jesus Souza

Habilitação Básica em Química, Bacharel em Ciências Contábeis e Psicólogo. Perito Criminal Federal - Classe Especial Área Contábil (Aposentado). Ex-Coordenador de Ensino e Coordenador de Altos Estudos de Segurança Pública da Academia Nacional de Polícia. Pós-graduado em Auditoria Contábil, Inteligência Estratégica, Gerenciamento de Projetos pela FGV/Brasília e em Gerenciamento Estratégico pela Universidade da Califórnia do Sul. Cursos de investigação pelo Drug Enforcement Administration, FBI, ILEA, CICAD/OEA e EUROPOL. MBA em Gestão Empresarial pela FGV/ESUP-Goiânia. Doutor (com louvor) em Psicologia Social e Básica pela Universidade de Santiago de Compostela – Espanha. Bolsista do Governo Britânico, estágio de Pós-doutorado na Universidade de Liverpool – Inglaterra. Pós-doutor em Ciências Jurídicas e Garantias Constitucionais pela Universidad Nacional de La Matanza (Argentina).  Palestrante, escritor, possui dez publicações, tem artigos publicados em congressos, encontros e revistas técnicas. Possui curso de Investigação de Tráfico de Pessoas pela Internacional Law Enforcement Academy – ILEA foi colaborador na formulação da Política Nacional sobre Tráfico de Seres Humanos e do Manual de Tráfico de Pessoas para Fins de Exploração Sexual da OIT/ONU.

Flávio Cardoso Pereira

Possui graduação em Direito pela Universidade Federal de Uberlândia (1992). É Doutor em Direito pela Universidade de Salamanca/Espanha. É Promotor de Justiça no Estado de Goiás desde 1994. Nos últimos anos trabalha principalmente com os seguintes temas: combate a corrupção, investigação criminal, criminalidade organizada, infiltrações policiais, entregas vigiadas, equipes conjuntas de investigação criminal, lavagem de capitais, terrorismo, cooperação jurídica internacional no âmbito penal e teoria geral da prova penal.

Gilvan Silva Ferreira

Bacharel em Direito e Psicólogo. Especialização em Metodologia do Ensino Superior. Inspetor de Polícia, lotado na Divisão de Homicídios do Rio de Janeiro (desde 1996). Atua no Serviço de Estudos Comportamentais da Divisão de Homicídios da Polícia Civil do Rio de Janeiro e é um dos responsáveis por interrogatórios de vítimas, testemunhas e criminosos. Formado em Interrogatório pelo FBI. Palestrante e Instrutor de cursos de formação de Inspetor de Polícia Civil, Investigador Policial, Perito Criminal, Perito Legista, Auxiliar de Necropsia, Oficial de Cartório, Piloto Policial, Delegado de Polícia, Papiloscopista, Curso Superior de Polícia Integrado, Formação de Instrutores de Armamento e Tiro, Analistas da Seção de Inteligência Policial (SIP) - I CAPIP/ SIP Básico, Formalização dos atos de pol. Judiciária; Segurança de Dignitários; CEGECOM, Curso de Especialização e Gestão para Comissários de Polícia  – ACADEPOL – 2009 - 2017. Instrutor para o Curso de Perícias do Exército Brasileiro - EB - 2014 - 2016. Docente convidado do IPEBJ.        

Guilherme Ortolan Junior

Possui doutorado pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (1974). Atualmente, é professor titular de Medicina Legal da Faculdade de Direito do Centro Universitário Moura Lacerda e é professor convidado do Curso de Bioética da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Exerce a profissão de oftalmologia e é Bacharel em Direito.

Hermes de Freitas Barbosa

Graduado em Medicina (1997) pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP), realizou mestrado e doutorado em Ginecologia e Obstetrícia na Universidade de São Paulo. Graduado em Direito pela Universidade Paulista (2008), Atualmente é professor doutor (MS-3) da FMRP-USP, no Departamento de Patologia e Medicina Legal. Desenvolve ensino, pesquisa e extensão em Bioética, Deontologia e Medicina Legal. Desde 2003 é membro colaborador da Comissão de Bioética, Biodireito e Biotecnologia da - Ordem dos Advogados do Brasil - seccional Ribeirão Preto. Atualmente é membro do Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital das Clínicas da FMRP-USP.

Isamara Geandra Cavalcanti Caputo

Cirurgiã-Dentista, graduada em Odontologia pela Universidade de Ribeirão Preto - UNAERP (1995). Especialista em Odontologia Legal e Deontologia pela FOP/UNICAMP (2007), Mestre em Odontologia Legal e Deontologia pela FOP/UNICAMP (2009). Doutora em Clínica Médica pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - FMRP-USP (2014); Professora do Curso Atualização em Cirurgia Buco-Maxilo-Facial, e dos cursos de especialização em Ortodontia, Endodontia, Dentística, Implatodontia na Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas seccional de Ribeirão Preto ministrando aulas de Odontologia Legal, Ética, Legislação e Metodologia. Professora dos cursos de especialização em Direito Médico e da Saúde e Ciências Forenses do Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos - IPEBJ. Coordenadora do Curso de Ciências Forenses do Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos - IPEBJ. Perita Colaboradora do Centro de Medicina Legal da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (CEMEL). Diretora do Departamento de Odontologia Legal (DOL/APCD-RP) da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas, seccional Ribeirão Preto. Tem experiência na área de Odontologia, com ênfase em Odontologia Legal e Deontologia, atua como perita "ad hoc" e assistente técnica na área de odontologia.

Jafesson dos Anjos do Amor

Graduado em Medicina pela Universidade Federal da Bahia em 1995. Residência em Psiquiatria pelo Hospital Das Clínicas de Ribeirão Preto e Faculdade de Medicina Da Universidade de São Paulo em janeiro de 1999. Especialista em Psiquiatria pela Associação Médica Brasileira e Associação Brasileira de Psiquiatria em 1999 e em Psiquiatria Forense em 2004. MBA em Gestão de Saúde pela Fundação Getúlio Vargas em abril de 2001. Psiquiatra Forense credenciado pela Direção Regional De Saúde XIII Ribeirão Preto desde outubro 1998. Psiquiatra Forense credenciado pela Justiça Federal de Ribeirão Preto desde 2000. Médico Psiquiatra do Hospital Santa Tereza de Ribeirão Preto desde setembro 1999 e desde junho de 2015 como Diretor Técnico do Hospital. Professor convidado do IPEBJ desde 2008.

Jeniffer Sati Pereira

Bióloga. Doutora em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal), Mestre em Aquicultura e Pesca. FORMAÇÃO: Programa de Pós-graduação stricto sensu em Ciência Biológicas: Biologia Vegetal: UNESP – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” campus Rio Claro curso de doutorado. Tese defendida em 01 de Julho de 2013. Título da tese: Estrutura e dinâmica da comunidade Fitoplanctônica no período de cinco anos em ambiente oligo-mesotrófico (Lago das Ninfeias), Parque Estadual das Fontes do Ipiranga, São Paulo. 2006 – 2008: Programa de Pós-graduação stricto sensu em Aqüicultura e Pesca – Instituto de Pesca São Paulo – SP Mestre em Aqüicultura e Pesca Dissertação defendida em 11 de Julho de 2008. Título da dissertação: Avaliação do impacto do efluente de piscicultura sobre o corpo receptor. 2002 – 2006: Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo - SP Bacharel em Ciências: Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo - SP Licenciado em Ciências. Diplomada. ÁREA DE ATUAÇÃO Limnologia, Comunidade Fitoplanctônica, Diversidade Alfa, Beta e Gama (índices biológicos), Aquicultura, Biologia Vegetal. ATIVIDADE PROFISSIONAL/ COORDENAÇÃO E DOCÊNCIA: Coordenadora do Laboratório de Ecologia Aquática do Núcleo de Pesquisa em Ecologia do Instituto de Botânica, São Paulo – SP- Brasil, carga horária de 20h mensais: monitora na disciplina “Ambientes aquáticos continentais” no curso de PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE VEGETAL E MEIO AMBIENTE DO INSTITUTO DE BOTÂNICA, São Paulo- SP- Brasil, carga horária: 90 horas: monitora na disciplina “Ecossistemas aquáticos continentais: caracterização física e química da água (IPP 005)” no curso de PÓS-GRADUAÇÃO EM AQÜICULTURA E PESCA DO INSTITUTO DE PESCA, São Paulo- SP – Brasil. Carga horária: 60 horas. Professora de Japonês da Aliança Cultural Brasil Japão.

Leonardo Ferreira Faria

Psicólogo, Mestrando em Ciências Criminológicas-Forenses, Especialista em Neuropsicologia, Criminologia e Psicologia Jurídica. Psicólogo Criminal da Polícia Técnico-Científica do Estado de Goiás. Coordenador Nacional do Curso de Pós-Graduação em Avaliação Psicológica, e de Perícia Criminal/Ciências Forenses do grupo DALMASS.  Professor na Academia da Polícia Militar do Estado de Goiás (Curso de Formação de Oficiais, Especialização em Altos Estudos em Segurança Pública e Curso de Negociador Policial). Professor de disciplinas, Supervisor de Estágio e Orientador de TCC do Curso de Pós-Graduação do IPEBJ-SP, PUC-GO, IPEBJ-SP, NEPNEURO-GO, Escola Superior de Magistratura do Estado de Goiás e Acadepol-Paraíba. Realiza consultoria em temas de Neurociência e Criminologia. Autor e escritor de artigos científicos e capítulos de livros, com temas em Neurociências e Criminologia. Membro sócio da Sociedade Brasileira de Neuropsicologia. Diretor Financeiro da Associação Brasileira de Psicologia Jurídica.

Marcos Alexandre Oliveira

Bacharel em Direito pela Universidade Paulista UNIP. Cursando Pós-graduação em Docência no Ensino Superior. Cursou História na UNICID e Letras na Universidade de São Paulo - USP;Principal linha de estudo: "Crossmídia no Século XXI e a Percepção da Justiça e do Direito". Aprovado em concurso público para a carreira de Fotógrafo Técnico-Pericial da Polícia Técnico-Científica. Há quase cinco anos, responde pelo Departamento de Comunicação da Polícia Científica do Estado de São Paulo, na Superintendência da Polícia Científica, na sede no Butantã-São Paulo- SP. Jornalista há mais de 20 anos, por 10 atuou como roteirista, repórter e apresentador dos programas da IPC-TV - Afiliada da Rede Globo no Japão. Vencedor do Prêmio Prod-USP de Comunicação Responsável da Universidade de São Paulo - ECA USP; Em 2014, recebeu Prêmio Polícia Cidadã do Instituto Sou da Paz pelo projeto "A Notícia ajudando a Polícia a servir o cidadão", de monitoramento integrado de notícias criado na Polícia Científica. Autor dos livretos Fragmentos - Realidades na Escola Pública (Edição independente). Jornalismo para quem não é jornalista – Internet http://comuniquese.ifrs.edu.br/files/Jornalismo%20para%20quem%20n%C3%A3o%20%C3%A9%20jornalista.pdf recomendado pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul; e Lágrimas de Anjo http://pt.scribd.com/doc/27265817/Lagrimas-de-Anjo e http://www.saraiva.com.br/lagrimas-de-anjo-quando-falta-fe-ate-os-anjos-podem-cair-5542338.html. Palestrante e um dos incentivadores da ABIME - Associação Brasileira de Mídia Eletrônica;. Fundador e Diretor da ONG IPEC - Instituto Pró Educação e Cidadania, ação social iniciada na Zona Leste de São Paulo em 2002, certificando mais de 6.500 pessoas, entre 2004 e 2010 em Cursos Livres de Informáticahttp://www.youtube.com/watch?v=E3VPA3_4-JQ. Atuou como jornalista, redator, coordenador em vários grandes jornais do Estado de São Paulo. Foi assessor de imprensa de Prefeituras Municipais e jornalista na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. 

Mônica Azzariti

Fonoaudióloga com título de Especialista em voz concedido pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia. Pós graduada em Linguística. Pós graduada em Segurança Pública. Mestrado em Análise do Discurso. Perita cadastrada no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Instrutora do BOPE - Unidade de Intervenção Tática - GNA (Grupo de Negociação e Análise). Instrutora da Coordenadoria de Polícia Pacificadora. Coordenadora e docente do IPEBJ. Membro e Pesquisadora FSI Brasil. Membro especialista do American College of Forensic Examiners Institute. Atuante na área de segurança pública desde 2005.

Mônica Santiago Oliveira Amaral Carvalho

Formada no ano de 2002 pela Universidade Paulista – UNIP – Ribeirão Preto Pós-Graduada em Direito Penal e Processo Penal pela Universidade de Franca. Pós-Graduada em Direito Médico e da Saúde pelo Centro Universitário Barão de Mauá – Ribeirão Preto/SP. Pós-Graduanda em Ciências Forenses pelo Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos Ltda - IPEBJ - Ribeirão Preto/SP

Monique Brandão de Freitas

FORMAÇÃO: Universitário: Pontifícia Universidade Católica de Campinas, 1986. Pós-graduação_ Especialização em dependência Química e outras dependências. Escola Paulista de Medicina, SP. - Especialização em cardiologia Curso Ministrado pela Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo- SOCESP Período: 07 a 12/1995 - Formação em Psicologia Hospitalar - Período: 03 a 11/1985 Carga horária: 360 horas - Formação Psicanalítica de Grupo (SPAG), reconhecida pela Federação Americana de Grupo. Período: 1990 a 1992 -Vinte e seis anos de experiencia trabalhando na área de saúde mental. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL: _ 2003 - Membro da equipe Clínica Greenwood, (São Paulo, Atendimento especializado em recuperação de dependentes químicos- voluntários e involuntários) Funções: 2003 a 2007: Plantonista, Gerente de grupo 2007 a 2011: Gerente clínica 2012/2014 Membro da equipe de ampliação dos programas ambulatoriais da clínica Greenwood, SP. 2013- Membro da implantação e diretoria clínica SER de Campinas, Atendimento ambulatorial ao dependente Químico e outras dependências. 1997/2000 - Psicóloga Integrante da Equipe Multiprofissional da Comunidade Terapêutica Marrion (Assistência ao Programa de Recuperação em Dependência química) 1995/1997 - Coordenadora do Programa de Prevenção de AIDS e DST/ do grupo Conviver da Prefeitura Municipal de Campinas SP, vinculado ao projeto do Ministério da Saúde. 1995/1987- Coordenadora do Programa de Saúde Mental da Prefeitura Municipal de Jaguariúna-SP 1995-1997- Implantação do Serviço de psicologia Hospitalar da equipe de psicologia hospitalar do hospital Samaritano de Campinas SP- Supervisora da equipe. 1986/1995 - Trabalho junto à Equipe Multiprofissional no serviço e Assistência Psiquiátrica em Hospital Geral (Clinica Alternativa), junto ao Hospital Santa Edwirgens. Consultório particular: desde 1986 OUTRAS QUALIFICAÇÕES: 2009: Curso de Artes Plásticas –Escola Panamericana-SP ANALISE PESSOAL: Individual e de grupo. ATIVIDADES LIGADAS AO ENSINO: _1995/1997 -Responsável pela Coordenação e Supervisão de estágios do Curso de Formação de Psicologia Hospitalar da " Clínica Caminho " . _Supervisora Técnica da Equipe do serviço de implantação de psicologia Hospitalar da Beneficência Portuguesa de Campinas SP. _Supervisora Técnica da Equipe de implantação de psicologia hospitalar do Hospital Samaritano de Campinas SP. _Implantação do Manual Informativo e trabalho junto a familiares e pacientes da UTI, do Hospital Samaritano de Campinas SP – - 2014- Participação junto a equipe de professores do Sociedade psicanalítica de grupo de Campinas SP. TRABALHO DE PESQUISA/ APRESENTAÇÕES: 1990/1991 - Pesquisa ligada ao Centro de Referência da Secretaria do Estado de São Paulo (Centro de Referência de AIDS/DST) realizada na cidade de Jaguariúna SP, pelo Centro de Saúde da Prefeitura Municipal. (Enviado ABSTRACT para VII Conferência sobre AIDS - Itália e Conferência sobre AIDS nas Filipinas). 1993 - Pesquisa ligada ao Centro de Referência de AIDS - Corsini, juntamente com Dra. Silvia Belucci, realizado em Campinas SP. Tema: Trabalho Preventivo de AIDS/DST, para população de risco, prostituta e travestis. 1994/1996 – Pesquisa ligada ao centro de Referência, Corsini. Tema: INTERVIR PREVENTIVAMENTE (AIDS/DST) em grupos de homossexuais. Pesquisa realizada junto ao SPAG (SOCIEDADE PSICANALÍTICA DE GRUPO DE CAMPINAS), Orientador - Dr. Antônio Terzis ( Prof. e Orientador de pós-graduação da PUCCAMP PARTICIPAÇÃO EM SIMPÓSIO COMO EXPOSITORA: 1986 - III Encontro de Psicologia da Região de Campinas SP. Tema: Implantação do serviço de psicologia hospitalar em hospital geral. Semana de Estudos da PUCCAMP. Tema: O trabalho do psicólogo em assistência psiquiátrica ligada ao hospital geral. 1987 - Iº Encontro de Saúde Mental ligado à equipe multiprofissional. Participação: membro da mesa-redonda. Tema: O trabalho do psicólogo dentro de uma equipe multiprofissional ligada ao hospital psiquiátrico. Local: Hospital Américo Bairral - Itapira SP. Mesa-redonda: Tratamento do paciente psiquiátrico internado. 1992 - Iº Encontro de Saúde Mental de Jaguariúna SP. Participação como organizadora. Mesa-redonda: Desospitalização e Novas Propostas. 04/11: Palestras Universidades São Francisco, Itatiba SP. Tema: Relato de experiências desenvolvidas na área psiquiátrica. 1993 - Palestra - Universidade São Francisco, Itatiba SP. Tema: Reabilitação psicossocial – Palestra destinada a alunos e professores do curso de Especialização em psicologia Institucionais do Instituto de Psicologia da PUCCAMP/SP. Tema: Funcionamento do Serviço de Psicologia do Hospital Dia da Clínica Caminho - Centro de Reabilitação Psicossocial. 1995 - Palestrante do 2º Simpósio “Eros e Psiquê” Mito na Relação Amorosa, pela Escola Contemporânea em conjunto com N.E.P - Núcleo de estudos psicológicos da UNICAMP, Dep. de Psiquiatria da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas e Caminho. Tema: Novas formas de relacionamento amoroso, os Caminhos da Sensibilidade. Período: 17 e 18/05. 2000 - IIIº Simpósio, Mito e Psicanálise da Relação Amorosa, " De Eros e Psiquê aos Relacionamentos Virtuais ". Participação na mesa-redonda. As crises do casal contemporâneo e suas possíveis soluções. Tema: Relacionamento Coodependente X Relacionamento Interdependente. 18 e 19/2000. 1994- Autora do Trabalho apresentado no XVI Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo ( SOCESP ). Tema: A família como uma organização veicular inter-subjetiva com pacientes cardíacos em UTI. Local: UNICAMP, Campinas SP - 17/06 2013- Entrevistas jornais e TV, sobre o tema compulsão por compras SP e Rio. 2014- Autora do livro em andamento sobre oniomania (dependentes por compras) SUPERVISÕES: . Professores da Equipe do SPAG Sociedade Psicanalítica de Grupo de Campinas SP . Professores da equipe do Familiae/SP . Supervisões da Equipe de Formação de Psicologia Hospitalar da Equipe de São Paulo, Dr. Ricardo Sebastiani Werner . 1999 - Participação do FOT no Familiae/SP. Trabalho de Origem da Família do Terapeuta. .2003 a 2014 Supervisão clínica juntamente com equipe da clínica Greenwood-SP Supervisor: Dr. Pablo Miguel Roig-SP

Raquel Barbosa Cintra

Residência médica em Medicina Legal pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP), especialista em Medicina Legal e Perícias Médicas pela Associação Médica Brasileira (AMB), Mestre em Bioética pelo Centro Universitário São Camilo, ex-médica legista do Estado de São Paulo (exonerada a pedido), Professora Colaboradora do Curso de Especialização em Medicina Legal e Perícia Médica da FMUSP, Professora de Anatomia Humana e Medicina Legal da Universidade de Mogi das Cruzes, Professora Coordenadora da Liga Acadêmica de Medicina Legal e Bioética da Faculdade de Medicina da Universidade de Mogi das Cruzes, sócia fundadora da empresa ZCF - Zerbini, Cintra e Fuzinato Perícias Médicas  

Riccardo Cappi

Doutor pela Escola de Criminologia da Universidade Católica de Louvain Bélgica (2011), revalidado pela programa de Doutorado em Sociologia e Direito, da UFF (2012). Título da tese: "Motivos do controle e figuras do perigo. A redução da maioridade penal no debate parlamentar brasileiro". Possui Mestrado em Ciências Econômicas pela Universidade Católica de Louvain de Louvain (1988), revalidado pela Universidade Federal da Bahia - UFBA (2003). Graduação em Criminologia Universidade Católica de Louvain e Universidade de Montreal - Canadá (1992), Licenciatura em Habilitação para o Ensino pela Universidade Católica de Louvain Bélgica (1990). Atualmente é Professor titular na UEFS e Coordenador do Grupo de Pesquisa em Criminologia (desde 2008), ministrando as disciplinas Criminologia e Metodologia da Pesquisa, na Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS. Professor titular e Coordenador do Grupo de Pesquisa na Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no Curso de Direito, ministrando a disciplina Criminologia e Seminário Interdisciplinar de Pesquisa. Responsável por atividades de extensão relacionadas aos órgãos de Segurança Pública e Justiça Criminal. Professor colaborador do Mestrado Profissional em Segurança Pública, Justiça e Cidadania (UFBA), ministrando a disciplina Sociologia do Crime. Professor em cursos de Pós-Graduação latu sensu, como a Especialização em Políticas e Gestão de Segurança Pública (UFBA e UFS) e a Especialização em Prevenção da Violência, Promoção da Segurança e Cidadania (UFBA). Tem experiência nas áreas de Criminologia e Sociologia Criminal, atuando principalmente com os seguintes temas: estudo do controle social, segurança pública, justiça criminal, análise de produção legislativa, delinquência juvenil, práticas educativas e de prevenção, medidas sócio-educativas. Membro do Laboratório de Estudos em Segurança Pública, Cidadania e Solidariedade (FFCH/UFBA) e do Colegiado do Curso de Especialização: Atenção Integral ao Consumo e aos Consumidores de Álcool e Outras Drogas (CETAD/UFBA), desde 2012.

Rubens Correia Junior

  Mestre em Ciências pela USP/Ribeirão Preto - Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto/ Centro Colaborador da OMS para o desenvolvimento de pesquisa em enfermagem. Área: Enfermagem Psiquiátrica. Linha de pesquisa: Promoção de saúde mental / Estudos sobre a conduta, a ética e a produção do saber em saúde. Possui graduação em Direito pela Universidade de Uberaba (2004). Especialista em Direito Penal e Processual Penal pela Universidade de Franca e especialista em CRIMINOLOGIA pela PUC/MINAS(2008/2009). Atualmente é professor de graduação nas áreas de Direito público com Ênfase em Penal e Constitucional. Professor de Criminologia e Homicidas em série, Criminologia, legislação penal especial, crimes tributários (dentre outras disciplinas) em pós-graduações pelo Brasil como PUC/BH, UNIT/SE, UNIUBE/MG, IPEBJ/SP. Coordenador e docente do IPEBJ/SP. Pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento GEPESADES/USP. Membro da comissão de Direitos Humanos da OAB/MG. 

Rui Mateus Joaquim

 Doutorando do laboratório de neuropsicologia pelo programa de Pós- Graduação em Ciências da Reabilitação do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo (USP) Bauru- SP. Mestre em psicologia do desenvolvimento e aprendizagem pelo Programa de Pós-graduação da Faculdade de Ciências da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) Bauru - SP. Graduado em psicologia (bacharelado e formação de psicólogo) pela Faculdade da Fundação Educacional de Araçatuba (FEA). Docente de Análise Experimental do Comportamento e Avaliação Psicológica da Universidade do Sagrado Coração / Bauru –SP. Docente convidado do IPEBJ. Possui experiência como assistente técnico na área de psicologia jurídica, professor universitário e psicólogo clínico atuando nas áreas de terapia cognitivo-comportamental e neuropsicologia. É pesquisador nas áreas de comunicação não verbal do comportamento e neurociência cognitiva.

Tânia Mara Volpe Miele

Especialização em Bioéitca pela Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil. Bacharel em Ciências Biológicas Modalidade Médica pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Barão de Mauá (1980) com habilitação em Patologia Clínica e Análises Clínicas; Possui graduação em Direito pela Universidade de Ribeirão Preto, SP (1997) com habilitação em Direito Privado; Especialista em Direito Médico, odontológico e da Saúde; Especialista em Ciências Forenses; Pós graduanda em Criminologia e Pós graduanda em Criminal Profiling; Sócia fundadora e diretora do IPEBJ - Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos, editor responsável pela revista científica eletrônica Brazilian Journal of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics; Coordenadora Geral dos projetos de extensão e pós-graduação do IPEBJ Educacional; Idealizadora e coordenadora do FSI Brasil - Forensic Science Investigation - Unidade Privada de Estudo, Pesquisa e Extensão Investigativa na área Forense; Coordenadora da Comissão de Perícias Forenses da OAB/SP - Subsecção de Ribeirão Preto; Coordenadora da Comissão de Bioética, Biodireito e Biotecnologia da OAB/SP Subsecção de Ribeirão Preto; Ex-coordenadora da Comissão de Direito Médico e da Saúde da OAB/SP - Subsecção de Ribeirão Preto; Membro do Comitê de Ética em Pesquisa do Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo FMRP-USP; Coordenadora da Comissão Jurídica da SBIOMAC - Sociedade Biomédica de Acupuntura; Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento GEPESADES/USP. Membro da World Association for Medical Law; Membro da Sociedade Brasileira de Bioética; Membro do IBCCRIM - Instituto Brasileiro de Ciências Criminais.

Victor Fernandes de Souza

Major da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro tendo comandado por cinco anos as Unidades de Polícia Pacificadora do (Complexo do Andaraí, Morro da Fé/Sereno –Complexo da Penha e Morro do Pavão/Pavãozinho, hoje Coordenador de Ensino, Pesquisas e Projetos das Unidades de Polícia Pacificadora e Assessor do Estado Maior Geral da PMERJ para assuntos relacionados à Polícia de Proximidade, Bacharel em Direito, Bacharel em Segurança Pública, Especialista em Segurança Pública, Especialista em Direito Público, Especialista em Sociologia, Curso de Direitos Humanos, Curso de Multiplicador Internacional em Polícia Comunitária e Curso de Gestor em Polícia de Proximidade.

Vlamir de Jesus Sandei

Graduação em Direito e Mestrado em Direito Penal pela Universidade Metodista de Piracicaba – UNIMEP  Especialização em Direito Penal pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas – PUCCAMP Foi Delegado de Polícia do Estado de São Paulo. Professor concursado de Criminologia da Academia de Polícia do Estado de São Paulo. Professor de Direito Processual Penal da Faculdade de Direito da UNIESP. Professor de Criminologia convidado da pós-graduação no curso de especialização de Medicina Legal do Departamento de Medicina Legal da Faculdade de Medicina da USP; Professor de Vitimologia na pós-graduação do IPEBJ – Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos de Ribeirão Preto – SP. Advogado. Publicações: Criminalidade oculta e estatística criminal. Fatores sociais desencadeantes do crime de homicídio.  

Palestrantes Convidados

Alvino Augusto de Sá

Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1970), graduação em Filosofia - Convento dos Dominicanos (1964), mestrado em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1975), doutorado em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1984). Livre-Docente pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (2011). É Professor Associado da Faculdade de Direito da USP. É membro da Diretoria Consultiva do IBCCRIM Instituto Brasileiro de Ciências Criminais e membro titular do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária. Atuou como psicólogo na Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo. Foi Professor Titular de Técnicas de Exame Psicológico e Diretor da Clínica Psicológica da Universidade Guarulhos. Foi Professor Titular de Psicologia Criminal e Coordenador da Clínica Psicológica da Faculdade de Psicologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, bem como Professor de Psicologia Jurídica da Faculdade de Direito da mesma Universidade. Tem experiência na área de Criminologia, com ênfase em Criminologia Clínica, atuando principalmente nos seguintes temas: Reintegração Social, Psicologia Criminal, Violência, Delinquência Juvenil e Sistema Penitenciário. 

Curriculo Lattes

Erikson Felipe Furtado

Erikson Felipe Furtado é professor de Psiquiatria da Infância e Adolescência, da Divisão de Psiquiatria do Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da FMRP (Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto) da USP (Universidade de São Paulo), Campus de Ribeirão Preto. Graduou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1984), com especialização em Psiquiatria e Psicoterapia da Infância e Adolescência pelo Instituto de Psiquiatria da UFRJ (1986). Obteve seu título de doutorado na Alemanha, pela Universidade de Heidelberg (1993), com bolsa do CNPq, em Medicina na área de Psiquiatria Infanto-Juvenil, sob orientação do Prof. Dr. Martin H. Schmidt. Foi pesquisador pós-doutor do Instituto de Psiquiatria da UFRJ de 1993 a 1994, com bolsa RD do CNPq. Fez pós-doutoramento na área de Álcool e Drogas, no Central Institute of Mental Health-Mannheim, Alemanha, de 2000 a 2001, com bolsa FAPESP. É coordenador da Área de Saúde Mental e Psiquiatria da Infância e Adolescência. É pesquisador principal e coordenador do NPCP/PAIPAD - Núcleo de Pesquisa em Psiquiatria Clínica e Psicopatologia/Programa de Ações Integradas para Prevenção e Atenção ao Uso de Álcool e Drogas na Comunidade, da FMRP-USP. Com recursos da OMS desenvolveu o projeto PAI-PAD/OMS para implementação e disseminação das Intervenções Breves para álcool e drogas. Com recursos da FAPESP e CNPq desenvolveu estudos para o desenvolvimento de protocolo de intervenções breves para aplicação em gestantes. Tem linhas de pesquisa sobre os temas: exposição intra-uterina a álcool e drogas e psicopatologia do desenvolvimento, através de projetos longitudinais, envolvendo saúde mental da gestante e puérpera, e dos filhos de farmacodependentes. É professor e orientador de pós-graduação nos programas de Saúde Mental da FMRP-USP (CAPES 6) e Toxicologia da FCFRP-USP (CAPES 5), tendo concluído até o presente, três orientações de doutorado, onze orientações de mestrado, três supervisões de pós-doutorado e 20 orientações de iniciação científica, a maioria com bolsas de agências de pesquisa. Orienta atualmente, cinco alunos de doutorado, quatro alunos de mestrado e dois alunos de iniciação científica.Tem cooperação com a Organização Mundial da Saúde, com a Organização Pan-Americana da Saúde e com parcerias internacionais, nos EUA, Reino Unido e Alemanha. É membro de corpo editorial e revisor em várias revistas científicas nacionais e internacionais. É integrante da participação brasileira no programa Treatnet II da UNODC United Nations Office for Drugs and Crime. É membro convidado do GDG - Guidelines Development Group da OMS para consumo de álcool e drogas na gestação. (Texto informado pelo autor)

Curriculo Lattes

Hermes de Freitas Barbosa

Graduado em Medicina (1997) pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP), realizou mestrado e doutorado em Ginecologia e Obstetrícia na Universidade de São Paulo. Graduado em Direito pela Universidade Paulista (2008), Atualmente é professor doutor (MS-3) da FMRP-USP, no Departamento de Patologia e Medicina Legal. Desenvolve ensino, pesquisa e extensão em Bioética, Deontologia e Medicina Legal. Desde 2003 é membro colaborador da Comissão de Bioética, Biodireito e Biotecnologia da - Ordem dos Advogados do Brasil - seccional Ribeirão Preto. Atualmente é membro do Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital das Clínicas da FMRP-USP.

Curriculo Lattes

 

Você tem interesse em realizar este curso futuramente? Faça seu cadastro.

Dados Pessoais

Endereço Residencial

Dados Acadêmicos

Sim Não





Sim Não



  • Seus Dados
  • Endereço Residencial
  • Comercial
  • Dados Acadêmicos
  • Conclusão

 



 

Dados Pessoais



Endereço Residencial





Endereço Comercial

Dados Acadêmicos









Currículo ou Link do Lattes




Intenções Profissionais e Pessoais











FSI Brasil - Forensic Sciences Investigation: Primeira Unidade Privada de Estudo, Pesquisa e Extensão Investigativa com atuação na grande Área Forense no Brasil. Oferecendo os serviços de Pesquisa, Assistência Técnica (Perícia), Consultoria e Treinamentos, o FSI Brasil conta com laboratórios multidisciplinares em Ciências Forenses, Ciências Sociais Aplicada e Ciências Comportamentais

- Saiba Mais

Brazilian Journal Of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics: O Brazilian Journal of Forensic Sciences - BJFS, única revista na América Latina com essa abrangência, tem como objetivo divulgar e valorizar a produção científica em ciências forenses , direito médico, odontológico e da saúde e bioética, expondo as novas tecnologias e metodologias empregadas em diversas situações, incentivando a interação multidisciplinar no campo dessas ciências.

- Saiba Mais