Uma Marca Volpe Miele
CONTATO
Criminologia Forense
  • Local:Ribeirão Preto - SP
  • Horário:Encontros Mensais (Presenciais e Online Ao Vivo)
  • Duração:18 Meses
  • Matrículas Abertas até:19/03/2021
  • Certificação: Curso Reconhecido pelo MEC

APRESENTAÇÃO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROGRAM EM CRIMINOLOGIA

CERTIFICAÇÃO: 
Curso de Especialização reconhecido pelo MEC.

INÍCIO DAS AULAS:
Data: 26/03/2021
Local: Ribeirão Preto / SP -  Sede do IPEBJ - Av. Senador César Vergueiro, 505

APRESENTAÇÃO
Criminologia Forense é a aplicação das competências dos criminólogos como suporte da busca pela Justiça nos casos concretos criminais. Estudando os diversos aspectos da criminalidade, incluindo o ofensor, a vítima, os crimes e o controle social, os criminólogos forenses trazem importante vertente para uma prossecução criminal mais ética e humanizada.

Este programa traz um olhar interdisciplinar sobre a Criminologia Forense, incluindo o enfoque tecnológico. Na medida em que o mundo material se inter-relaciona com os meios digitais, novas tecnologias surgem e, também, novas formas de criminalidade. No leque de possíveis comportamentos antissociais e criminosos, tornam-se tênues as fronteiras entre entre off-line e on-line, e os efeitos desses comportamentos se potencializam.

O curso acontece através de 9 encontros mensais presenciais (sede do IPEBJ), e 9 encontros online e ao vivo. As aulas acontecem de sexta-feira das 18h às 23h e sábado das 08h às 18h. 

DIFERENCIAIS
- Este é um programa exclusivo do Método Forensic Blueprint, resultado de mais de uma década de experiência da área educacional e consultiva, provendo grau de especialista em Criminologia Forense
- Este programa tem enfoque interdisciplinar, conectando diversas áreas e seus profissionais, formando-se turmas entrosadas e multidisciplinares e promovendo uma visão holística da Criminologia Forense
- O IPEBJ conta com docentes de alto nível de conhecimento teórico e prático, selecionado com esmero, trazendo aos alunos conhecimento de diversas esferas, bem como a vivência profissional de cada um;
- Encontros de aprendizado distribuídos em cronogramas que favorecem a mobilidade para participação do aluno visando uma formação profunda e de qualidade.

O IPEBJ
Referência Nacional e a mais tradicional Instituição do setor, há mais de 20 anos a família “Volpe Miele” trabalha na grande Área Forense e desde de 2006 oferece através do IPEBJ, formação, capacitação, pesquisa, extensão, desenvolvimento, consultoria e assessoria.

PROGRAMA

DURAÇÃO: 18 meses
- Aulas: 09 encontros presenciais mensais e 09 encontros online ao vivo (Todo 4º final de semana do mês, sexta feira das 18h às 23h e sábado das 8h às 18h).*
- Aulas teóricas, atividades práticas, visitas técnicas, estudo de casos e simulações.

*O cronograma poderá sofrer alterações em casos de feriados prolongados (incluindo Natal e Ano Novo) e eventos acadêmicos do IPEBJ.

CARGA HORÁRIA TOTAL: 
540 horas incluindo aulas presenciais, atividades complementares, estágio e estudo dirigido.
Obs: O estágio poderá ser realizado na própria cidade onde o aluno reside, através de convênio com o IPEBJ.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
História do Pensamento Criminológico
Fundamentos de Criminologia
Criminologia Forense e o Criminólogo Forense
Direito Penal e Processo Penal
Abordagens Criminológicas
Criminologia e Interdisciplinaridade: abordagem biopsicossocial
Criminologia Digital
Profiling Criminal
Vitimologia Forense
Criminologia Forense em estabelecimentos prisionais
Compliance e Governança Corporativa
Humanização da Justiça Criminal
Investigação Criminal e Criminologia Forense
Criminologia Forense e Bioética
Instituições Totais
Violência contra Vulneráveis
Medicina Legal
Comportamento Comunicativo: Análise e Estratégias de Uso Neurociência e Criminalidade Crime e Toxicomania
Psiquiatria Forense
Psicologia Criminal e Penitenciária
Psicologia Policial
Violência Urbana e Mídia
Grupos Terroristas: Histórico e Perfil de Atuação
Metodologia Científica
Didática do Ensino Superior

BENEFÍCIOS:
- Acesso à plataforma digital do IPEBJ; 
- Acesso ao Forensic Syllabus do programa; 
- Acesso à curadoria de referências científicas e técnicas; 
- Download de materiais de aula; 
- Pontuação Forense Experience; 
- Certificado de Especialista na área específica do IPEBJ/FIS Lato Sensu Program concluído.

PARA QUEM SE DESTINA?

Graduados em nível superior (em qualquer do conhecimento) que desejam agregar nas suas carreira os conhecimentos em Criminologia Forense a fim de ampliar suas perspectivas profissionais, bem como aqueles que buscam desenvolver uma nova carreira profissional.

OBJETIVOS DO CURSO

O programa tem como objetivo a formação interdisciplinar de especialistas em Criminologia Forense, proporcionando competências e habilidades especialmente voltadas para atuação na área, entre as quais:
- Domínio das conexões socioculturais que geram ou mantêm os contextos de criminalidade, a fim de intervir estrategicamente para quebrar o ciclo com o mínimo de dano humano possível;
- Visão holística da Criminologia Forense com capacidade de inter-relacionar conhecimentos de diversas áreas envolvidas na pesquisa e na prática forenses, por meio de abordagem interdisciplinar;
- Compreensão criminalidade digital, aplicando a Criminologia Forense nesse contexto; - Capacidade de interação com outros profissionais em áreas diversas, otimizando tempo e resultados em investigações, perícias e solução de litígios;
- Elaboração e análise de documentos forenses;
- Prática do ensino e da pesquisa em Criminologia Forense. 

MERCADO DE CARREIRA
As oportunidades de trabalho e carreira Criminologia são amplas e diversificadas, uma vez uma vez que a interdisciplinaridade do programa capacita o participante para atuação nos mais variados setores relacionados.

São exemplos de atuação:
- Desenvolvimento de projetos de políticas públicas em todas as esferas federativas, provendo  conhecimento especializado para fins de segurança pública, (re)inserção social de populações carcerárias, conscientização de réus e condenados sobre Direitos Humanos etc;
- Criação de alternativas à atenção, tratamento e encaminhamento de vítimas de crimes e outros ilícitos violentos, incluindo bullying, assédio, abuso e violência doméstica; - Docência em cursos de diversos níveis acadêmicos;
- Atuação como Auxiliar do Judiciário nos diversos tribunais brasileiros, provendo pareceres criminológicos como elemento pericial para fundamentação de sentenças;
- Desenvolvimento pesquisas em Criminologia Forense, contribuindo para o desenvolvimento do conhecimento na área e fortalecendo a comunidade acadêmica nacional e internacional.

ESTUDAR EM RIBEIRÃO PRETO
Ribeirão Preto é sede da sua Região Metropolitana, contando com um total de 34 cidades, contando com uma população de 1,7 milhão de habitantes e PIB de 66,9 bilhões de Reais (IBGE/2017). A cidade de Ribeirão Preto conta com tradicionais universidades, centros de pesquisa e órgãos públicos, atraindo anualmente milhares de estudantes, pesquisadores e profissionais em áreas como Saúde, Direito, Segurança Pública, Engenharias e Tecnologia. A cidade tem acesso facilitado a rodovias e conta com o Aeroporto Leite Lopes, que possui conexão com São Paulo capital (40 minutos de voo) e outras cidades, tornando o acesso à cidade prático e rápido. Além disso, a cidade conta com ampla gama de possibilidades de acomodações, compras, entretenimento, vida comunitária e hospitalidade. A cidade conta com vários shopping centers de grande porte, feiras, parques, cinemas, teatros etc. O Ribeirãopretano é classicamente um povo receptivo, simpático e acolhedor. Estudar em Ribeirão Preto é, portanto, uma experiência única e fascinante. É algo que o aluno leva no seu coração para o resto da vida.

ESTUDAR NO IPEBJ
O IPEBJ é diretamente administrado pela família Volpe Miele. O grande foco do Instituto é o de prover a melhor formação possível em um mundo inundado pelos infoprodutos digitais. O IPEBJ valoriza as tecnologias e a educação digital, mas apenas quando a mesma é adequada às finalidades da formação pretendida e a desde que a qualidade seja mantida. Por exemplo, quando uma aula é realizada com prática de laboratório forense, como poderia ser feito à distância? É por isso que, ao ingressar no IPEBJ, todos os alunos estão seguros de que o Instituto prima pela qualidade, pela atenção ao aluno, pelo conforto e pelas melhores metodologias de ensino. Assim, o aluno escolheu um curso de qualidade e sai realmente preparado, e não meramente com um título adicional no seu currículo. 
Como dizia William Glasser, o psiquiatra americano que mostrou que aprendemos muito mais fazendo do que apenas lendo ou ouvindo, “a educação é o processo no qual descobrimos que aprender traz qualidade às nossas vidas,” concluindo que “o aprendizado deve ser experienciado”.

VALOR

30x de R$ 605,00

Você pode optar por pagar em até 30x ou ainda obter descontos para pagamentos antecipados - 20x, 12x, ou à vista.

DESCONTOS

Condição de Pagamento:
Em 30 parcelas: R$ 18.150,00 (30 x R$ 605,00).
Em 25 parcelas: R$ 18.150,00 (25 x R$ 726,00). 

*Descontos por Condições de Pagamento:

À vista: 15% de desconto - R$ 15.518,25.
Em 12 parcelas: 10% de desconto - R$ 16.395,50 (1 x R$ 605,00 + 11 x R$ 1.435,50). 
Em 20 parcelas: 5% de desconto - R$ 17.272,75 (1 x R$ 605,00 + 19 x R$ 877,25).

*Descontos Especiais:
**Desconto para Policiais Federais, Civis, Militares e da Guarda Municipal, assim como para carreira Militar (Exército, Marinha e Aeronáutica): 20%.
Desconto por indicação: 5% a cada indicação que se matricular em qualquer curso de pós-graduação lato sensu.
Desconto para alunos e ex-alunos de pós-graduação do IPEBJ: 25%.
Descontos através de convênios. Clique aqui

*Descontos não se aplicam à primeira parcela do curso (referente à matrícula).

**Os descontos poderão ser estendidos aos dependentes de primeiro grau (filhos e cônjuge). 

+ INFORMAÇÕES

O IPEBJ reserva-se no direito de não iniciar a turma caso o número mínimo de alunos não seja atingido. Neste caso, o valor da primeira parcela paga será devolvido integralmente.

COORDENADORES

Adilson Pereira

Físico graduado na UNISA (Universidade de Santo Amaro – São Paulo). Perito Criminal desde 1987. Perito Criminal Classe Especial. Assessor Técnico da Diretoria Geral do Instituto de Criminalística de São Paulo (2000-2004 e de 2015 até hoje). Atuou em locais de crime por 14 anos. 7 ANOS - Diretor do Núcleo de Física do Instituto de Criminalística da Superintendência da Polícia Técnico Científica de São Paulo. 1 ANO - Diretor Geral dos Núcleos laboratoriais da Polícia Técnico-Científica de São Paulo; 2 ANOS - Diretor Geral do Instituto de Criminalística do Estado de São Paulo. Professor da Academia de Polícia de São Paulo/SP desde 2001 – Área Criminalística. Coordenador e Docente no IPEBJ. Professor de pós-graduação em Ciências Forenses nas seguintes instituições: Instituto Português de Psicologia e Outras Ciências, Porto/Portugal. IPEBJ - Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos de Ribeirão Preto/SP desde 2010. UniFMU – Unidade Santo Amaro – São Paulo – Capital, desde 2013. Atua nas seguintes áreas da perícia e ensino (teoria e prática):Criminalística; Balística Forense; Física Forense. Levantamento Técnico de Local de Crime; Perícias em Acidentes de Trânsito; Noções e Perícias em explosivos; Análises e Coleta de Manchas e Impressões em Locais de Crimes. Especialização em Investigação Técnico Científica de Cenas de Crime em Geral (2009) e em Cenas de Crimes de Homicídio em 2011, CSI (Crime Scene Investigator) pelo Lake Tecnical Center, Institute of Public Safety, Florida, USA. Agraciado com as seguintes medalhas: Medalha do Mérito Técnico Cientifico “Governador Mario Covas” pelos trabalhos técnicos realizados na Polícia Cientifica de São Paulo; Medalha 9 de Julho outorgado por serviços prestados a cultura, serviços humanitários, trabalhos sociais, a arte em geral e à Democracia e ao Estado de São Paulo; Medalha Constitucionalista serviços relevantes prestados à São Paulo e ao culto aos ideais cívicos e patrióticos atrelados ao movimento da Revolução Constitucionalista de 1932; Medalha de bronze da Academia de Polícia do Estado de São Paulo, pelos 10 anos de trabalho acadêmico (bronze 10 anos, prata 20 anos e ouro 30 anos); Medalha do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo pelo apoio técnico científico à corporação. 

Gustavo D'Andrea

Advogado. Doutor em Ciências Enfermagem Psiquiátrica, EERP-USP). Mestre em Ciências (Psicologia, FFCLRP-USP). Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade de Ribeirão Preto. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento (GEPESADES).

Jeniffer Sati Pereira

Bióloga. Doutora em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal), Mestre em Aquicultura e Pesca. FORMAÇÃO: Programa de Pós-graduação stricto sensu em Ciência Biológicas: Biologia Vegetal: UNESP – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” campus Rio Claro curso de doutorado. Tese defendida em 01 de Julho de 2013. Título da tese: Estrutura e dinâmica da comunidade Fitoplanctônica no período de cinco anos em ambiente oligo-mesotrófico (Lago das Ninfeias), Parque Estadual das Fontes do Ipiranga, São Paulo. 2006 – 2008: Programa de Pós-graduação stricto sensu em Aqüicultura e Pesca – Instituto de Pesca São Paulo – SP Mestre em Aqüicultura e Pesca Dissertação defendida em 11 de Julho de 2008. Título da dissertação: Avaliação do impacto do efluente de piscicultura sobre o corpo receptor. 2002 – 2006: Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo - SP Bacharel em Ciências: Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo - SP Licenciado em Ciências. Diplomada. ÁREA DE ATUAÇÃO Limnologia, Comunidade Fitoplanctônica, Diversidade Alfa, Beta e Gama (índices biológicos), Aquicultura, Biologia Vegetal. ATIVIDADE PROFISSIONAL/ COORDENAÇÃO E DOCÊNCIA: Coordenadora do Laboratório de Ecologia Aquática do Núcleo de Pesquisa em Ecologia do Instituto de Botânica, São Paulo – SP- Brasil, carga horária de 20h mensais: monitora na disciplina “Ambientes aquáticos continentais” no curso de PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE VEGETAL E MEIO AMBIENTE DO INSTITUTO DE BOTÂNICA, São Paulo- SP- Brasil, carga horária: 90 horas: monitora na disciplina “Ecossistemas aquáticos continentais: caracterização física e química da água (IPP 005)” no curso de PÓS-GRADUAÇÃO EM AQÜICULTURA E PESCA DO INSTITUTO DE PESCA, São Paulo- SP – Brasil. Carga horária: 60 horas. Professora de Japonês da Aliança Cultural Brasil Japão.

Margaret Mitiko Inada Pereira

  Perita Criminal Classe Especial. Biomédica com Especialização nível Pós-graduação em Biologia Molecular aplicada às área humana, animal e vegetal. Perita Criminal desde 1988, sendo que exerceu a função como perita de campo (local de crime) na cidade de Itanhaém e da Equipe de Perícias Criminalísticas CENTRO da capital/SP. Em 2001 passou a fazer parte da equipe de peritos do laboratório de DNA do Núcleo de Biologia e Bioquímica, realizando especificamente confronto de DNA genômico para pesquisa de ocorrência de vínculo genético na área criminal. Especialista em Investigação Técnico Científica da Cena de Crime – CSI (Crime Scene Investigator) – especialização em homicídio (2011) pelo Lake Tecnical Center, Institute of Public Safety, Florida, USA.  Participou do grupo de trabalho, na Superintendência da Polícia Técnico Científica de São Paulo, para padronização de procedimento referente a casos de violência sexual. Coordenadora e Professora de Ciências Forenses, desde 2010 (Local de Crime, DNA Forense, Biologia Forense)  no IPEBJ – Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos – Ribeirão Preto – São Paulo. Atuou nas perícias dos seguintes casos: acidente do "Airbus da Tam" no aeroporto de Congonhas/SP 2007; irmãos João Vitor e Igor dos Santos Rodrigues, homicídio, Ribeirão Pires/SP 2008; Mércia Nakashima, homicídio, Guarulhos/SP 2010; crianças Nicole Mayra da Silva Nogueira e Maiara Natalie da Silva Homicídio, Sorocaba/SP, 2011; Vitor Gurman, atropelamento fatal, Land Rover, Zona Oeste, Capital /SP, 2011; Bianca Consoli, homicídio, Zona Leste, Capital/SP, 2001. Homenagem e Reconhecimento do Sistema FIESP pelos Serviços Prestados quando do acidente do Voo 3054 Airbus da TAM. Prêmio Polícia Cidadã do Instituto Sou da Paz – Ação Vencedora: O Exame de DNA como Ferramenta na Elucidação de Crimes e na Identificação de Pessoas. Prêmio Top Gun – CSI Homicide – Orlando USA - 2011.  Agraciada com a medalha do Mérito Técnico Científico "Governador Mário Covas" pelos trabalhos técnicos realizados na Polícia Científica de São Paulo. 

Tânia Mara Volpe Miele

Bacharel em Ciências Biológicas Modalidade Médica pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Barão de Mauá com habilitação em Patologia Clínica e Análises Clínicas; Possui graduação em Direito pela Universidade de Ribeirão Preto, SP com habilitação em Direito Privado. Advogada, Biomédica, Especialista em Bioéitica pela Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil. Especialista em Ciências Forenses, Criminal Profiling, Bioética, Psicologia Jurídica, Criminologia e Direito Médico, Odontológico e da Saúde. Sócia Fundadora e Diretora Executiva do IPEBJ-  Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos. Idealizadora e Coordenadora do FSI Brasil - Forensic Sciences Investigation - Unidade Privada de Estudo, Pesquisa e Extensão Investigativa na área Forense e do Brazilian Journal of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics, Revista Científica Eletrônica - Editor Responsável: IPEBJ. Coordenadora Geral dos projetos de extensão e pós-graduação do IPEB.  Ex-Coordenadora da Comissão de Perícias Forenses da OAB/SP - Subsecção de Ribeirão Preto; Ex-Coordenadora da Comissão de Bioética, Biodireito e Biotecnologia da OAB/SP Subsecção de Ribeirão Preto; Ex-coordenadora da Comissão de Direito Médico e da Saúde da OAB/SP - Subsecção de Ribeirão Preto; Membro do Comitê de Ética em Pesquisa do Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo FMRP-USP; Ex- Coordenadora da Comissão Jurídica da SBIOMAC - Sociedade Biomédica de Acupuntura; Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento GEPESADES/USP. Membro da World Association for Medical Law; Membro da Sociedade Brasileira de Bioética; Membro do IBCCRIM - Instituto Brasileiro de Ciências Criminais. Membro Fundador da Sociedade Brasileira de Antropologia Forense. 

DOCENTES

Adilson Pereira

Físico graduado na UNISA (Universidade de Santo Amaro – São Paulo). Perito Criminal desde 1987. Perito Criminal Classe Especial. Assessor Técnico da Diretoria Geral do Instituto de Criminalística de São Paulo (2000-2004 e de 2015 até hoje). Atuou em locais de crime por 14 anos. 7 ANOS - Diretor do Núcleo de Física do Instituto de Criminalística da Superintendência da Polícia Técnico Científica de São Paulo. 1 ANO - Diretor Geral dos Núcleos laboratoriais da Polícia Técnico-Científica de São Paulo; 2 ANOS - Diretor Geral do Instituto de Criminalística do Estado de São Paulo. Professor da Academia de Polícia de São Paulo/SP desde 2001 – Área Criminalística. Coordenador e Docente no IPEBJ. Professor de pós-graduação em Ciências Forenses nas seguintes instituições: Instituto Português de Psicologia e Outras Ciências, Porto/Portugal. IPEBJ - Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos de Ribeirão Preto/SP desde 2010. UniFMU – Unidade Santo Amaro – São Paulo – Capital, desde 2013. Atua nas seguintes áreas da perícia e ensino (teoria e prática):Criminalística; Balística Forense; Física Forense. Levantamento Técnico de Local de Crime; Perícias em Acidentes de Trânsito; Noções e Perícias em explosivos; Análises e Coleta de Manchas e Impressões em Locais de Crimes. Especialização em Investigação Técnico Científica de Cenas de Crime em Geral (2009) e em Cenas de Crimes de Homicídio em 2011, CSI (Crime Scene Investigator) pelo Lake Tecnical Center, Institute of Public Safety, Florida, USA. Agraciado com as seguintes medalhas: Medalha do Mérito Técnico Cientifico “Governador Mario Covas” pelos trabalhos técnicos realizados na Polícia Cientifica de São Paulo; Medalha 9 de Julho outorgado por serviços prestados a cultura, serviços humanitários, trabalhos sociais, a arte em geral e à Democracia e ao Estado de São Paulo; Medalha Constitucionalista serviços relevantes prestados à São Paulo e ao culto aos ideais cívicos e patrióticos atrelados ao movimento da Revolução Constitucionalista de 1932; Medalha de bronze da Academia de Polícia do Estado de São Paulo, pelos 10 anos de trabalho acadêmico (bronze 10 anos, prata 20 anos e ouro 30 anos); Medalha do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo pelo apoio técnico científico à corporação. 

Aline Lobato Costa

·         Doutora e mestre em Psicologia Investigativa pela Universidade de Liverpool-Inglaterra, ·         Professora efetiva e titular do Departamento de Psicologia e do Departamento de Direito, da Universidade Estadual da Paraíba-UEPB. ·         Coordenadora do Curso de Especialização em Inteligência Policial e Análise Criminal, convênio Ministério da Justiça-MJ/Secretaria de Segurança Pública da Paraíba/ACADEPOL-Paraíba/UEPB. ·         Coordenadora do Curso de Especialização em Direito Penal e Processual Penal e do curso de Especialização em Segurança Pública, convênio Ministério da Justiça-MJ/Secretaria de Segurança Pública da Paraíba/ACADEPOL-Paraíba/UEPB (ambos recém concluídos). ·         Professora de cursos de especialização da UEPB em Direito Penal; Segurança Pública; Perícia Criminal; Inteligência Policial e Análise Criminal. ·         Professora convidada do Curso de Especialização em Segurança Pública da Polícia Militar do Estado da Paraíba, João Pessoa-Paraíba. ·         Professora convidada do Curso de Especialização em Ciências Criminais do Centro de Educação Superior Reinaldo Ramos-CESREI, Campina Grande-Paraíba. ·         Professora convidada do Curso de Especialização em Psicologia Jurídica da Faculdade Integrada da Patos-FIP, Campina Grande-Paraíba. ·         Professora convidada do Curso de Especialização em Psicologia Jurídica e Inteligência Criminal do Instituto Nacional de Cursos-INCURSOS, Goiás. ·         Professora convidada do Curso de Especialização em Criminal Profiling do Instituto Paulista de Estudos Biomédicos e Jurídicos-IPEBJ, Ribeirão Preto-SP. ·         Presidente da Diretoria Regional Nordeste da Associação Brasileira de Psicologia Jurídica. ·         Professora ministrante de vários cursos para a Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Federal, Escola de Magistratura, Fóruns Criminais e Universidades, na área de Análise da Cena do Crime e do Perfil dos Criminosos; Comportamento Criminal; Técnicas de Investigação; Técnicas de Entrevistas com Testemunhas, Vítimas e Suspeitos; Geografia do Crime; Criminal Profiling, Psicologia Investigativa. ·         Palestrante em congressos e simpósios nacionais e internacionais. ·         Única brasileira com mestrado e doutorado em Investigative Psychology (Psicologia Investigativa).

Ana Paula de Souza Velloso

      Antropóloga Forense: ABRAF (Associação Brasileira de Antropologia Forense). Perita em Antropologia Forense do GTP (Grupo de Trabalho Perus) da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República em cooperação internacional com Programa Nacional das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD – ONU). Mestrado em Ciências pelo Departamento de Patologia e Medicina Legal da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo USP (2012). Graduada em Biomedicina pelo Centro Universitário Barão de Mauá (2006). Tem experiência na área de Biomedicina, com ênfase em Patologia Clínica (Análises Clínicas). Experiência na área de Medicina Legal e Bioética, com ênfase em Antropologia Forense, Ciências forenses e Identificação Humana. Docente das disciplinas Medicina Legal e de Biodireito no curso de Bacharelado em Direito da Universidade Paulista - UNIP Campus II São José do Rio Pardo, atuando tambem no mesmo campus como Docente e Coordenadora do Curso de Bacharelado em Biomedicina. Atua como Técnica em Necrópsia no Serviço de Verificação de Óbitos (SOV) da Prefeitura de Mococa - SP. Em junho de 2012 passou a integrar o Grupo de Trabalho do Araguaia (GTA) da Comissão de Mortos e Desaparecidos Políticos do Governo Federal, ligado à Comissão da Verdade. Desenvolve trabalho de campo em escavações, para busca de ossadas de desaparecidos da Guerrilha do Araguaia (1972-1974) com o objetivo de identificação. Atuação como Perita em Antropologia Forense, nas atividades das Expedições do Grupo de Trabalho Araguaia (GTA), regulamentado pela Portaria Interministerial MJ/MD/SDH-PR nº 1.102 de 05 de junho de 2012, que tem por objetivo coordenar e executar conforme padrões de metodologia científica adequada as atividades necessárias para localização, recolhimento e devolução dos restos mortais dos desaparecidos políticos da Guerrilha do Araguaia aos seus familiares. A Participação nas atividades do Grupo de Trabalho Araguaia constitui serviço público relevante.

Daniel Pacheco Pontes

Possui graduação em Direito (2001) e curso de pós graduação estrito senso, doutorado em direito penal, pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente é professor doutor da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto da USP. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Penal, atuando principalmente nos seguintes temas: Direito Penal, Parte Geral; Teoria do Delito; Culpabilidade; Sanções Penais e Política Criminal.

Denis Victor Lino de Sousa

Mestre em Investigative and Forensic Psychology pela University of Liverpool, Especialista em Psicologia Jurídica e Investigação Criminal pela Faculdades Integradas de Patos (FIP), Graduado em Psicologia com foco em Clínica Psicanalítica pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) concluído em Jun/16. Bolsista PIBIC entre 2013 e 2015. Pesquisador em Psicologia Jurídica e Investigativa com artigos publicados em revistas científicas nacionais e internacionais e trabalhos apresentados em congressos nacionais e internacionais.

Emanuele Seicenti de Brito

  Bacharel em Direito graduada pelo Centro Universitário Toledo de Araçatuba. Mestre e Doutora em Ciências pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo/Centro Colaborador da OMS para o desenvolvimento da pesquisa em enfermagem, período sanduíche na Universidade de Surrey (School of Law). Linha de pesquisa: Promoção de Saúde Mental/Estudos sobre a conduta, a ética e a produção do saber em saúde/Proteção Internacional dos Direitos Humanos/Direito à Saúde. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento.

Erikson Felipe Furtado

Erikson Felipe Furtado é professor de Psiquiatria da Infância e Adolescência, da Divisão de Psiquiatria do Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da FMRP (Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto) da USP (Universidade de São Paulo), Campus de Ribeirão Preto. Graduou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1984), com especialização em Psiquiatria e Psicoterapia da Infância e Adolescência pelo Instituto de Psiquiatria da UFRJ (1986). Obteve seu título de doutorado na Alemanha, pela Universidade de Heidelberg (1993), com bolsa do CNPq, em Medicina na área de Psiquiatria Infanto-Juvenil, sob orientação do Prof. Dr. Martin H. Schmidt. Foi pesquisador pós-doutor do Instituto de Psiquiatria da UFRJ de 1993 a 1994, com bolsa RD do CNPq. Fez pós-doutoramento na área de Álcool e Drogas, no Central Institute of Mental Health-Mannheim, Alemanha, de 2000 a 2001, com bolsa FAPESP. É coordenador da Área de Saúde Mental e Psiquiatria da Infância e Adolescência. É pesquisador principal e coordenador do NPCP/PAIPAD - Núcleo de Pesquisa em Psiquiatria Clínica e Psicopatologia/Programa de Ações Integradas para Prevenção e Atenção ao Uso de Álcool e Drogas na Comunidade, da FMRP-USP. Com recursos da OMS desenvolveu o projeto PAI-PAD/OMS para implementação e disseminação das Intervenções Breves para álcool e drogas. Com recursos da FAPESP e CNPq desenvolveu estudos para o desenvolvimento de protocolo de intervenções breves para aplicação em gestantes. Tem linhas de pesquisa sobre os temas: exposição intra-uterina a álcool e drogas e psicopatologia do desenvolvimento, através de projetos longitudinais, envolvendo saúde mental da gestante e puérpera, e dos filhos de farmacodependentes. É professor e orientador de pós-graduação nos programas de Saúde Mental da FMRP-USP (CAPES 6) e Toxicologia da FCFRP-USP (CAPES 5), tendo concluído até o presente, três orientações de doutorado, onze orientações de mestrado, três supervisões de pós-doutorado e 20 orientações de iniciação científica, a maioria com bolsas de agências de pesquisa. Orienta atualmente, cinco alunos de doutorado, quatro alunos de mestrado e dois alunos de iniciação científica.Tem cooperação com a Organização Mundial da Saúde, com a Organização Pan-Americana da Saúde e com parcerias internacionais, nos EUA, Reino Unido e Alemanha. É membro de corpo editorial e revisor em várias revistas científicas nacionais e internacionais. É integrante da participação brasileira no programa Treatnet II da UNODC United Nations Office for Drugs and Crime. É membro convidado do GDG - Guidelines Development Group da OMS para consumo de álcool e drogas na gestação. (Texto informado pelo autor)

Fernanda Aguiar Pizeta

Psicóloga pela FFCLRP-USP, Psicóloga Judiciária do Anexo da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Fórum da Comarca de Ribeirão Preto - Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Docente junto ao Curso de Psicologia da Universidade Paulista-UNIP, Pós-doutora pelo Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto - USP, Doutora em Ciências pelo Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo - Programa de Pós-Graduação do Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto - USP e Especialista em Violência Doméstica contra Crianças e Adolescentes pela Universidade de São Paulo. Atuação, principalmente, nos seguintes temas: psicologia jurídica, saúde mental, desenvolvimento infantil, psicodinamismos familiares.

Flávio Cardoso Pereira

Possui graduação em Direito pela Universidade Federal de Uberlândia (1992). É Doutor em Direito pela Universidade de Salamanca/Espanha. É Promotor de Justiça no Estado de Goiás desde 1994. Nos últimos anos trabalha principalmente com os seguintes temas: combate a corrupção, investigação criminal, criminalidade organizada, infiltrações policiais, entregas vigiadas, equipes conjuntas de investigação criminal, lavagem de capitais, terrorismo, cooperação jurídica internacional no âmbito penal e teoria geral da prova penal.

Gustavo D'Andrea

Advogado. Doutor em Ciências Enfermagem Psiquiátrica, EERP-USP). Mestre em Ciências (Psicologia, FFCLRP-USP). Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade de Ribeirão Preto. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento (GEPESADES).

Hermes de Freitas Barbosa

Graduado em Medicina (1997) pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP), realizou mestrado e doutorado em Ginecologia e Obstetrícia na Universidade de São Paulo. Graduado em Direito pela Universidade Paulista (2008), Atualmente é professor doutor (MS-3) da FMRP-USP, no Departamento de Patologia e Medicina Legal. Desenvolve ensino, pesquisa e extensão em Bioética, Deontologia e Medicina Legal. Desde 2003 é membro colaborador da Comissão de Bioética, Biodireito e Biotecnologia da - Ordem dos Advogados do Brasil - seccional Ribeirão Preto. Atualmente é membro do Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital das Clínicas da FMRP-USP.

Jafesson dos Anjos do Amor

Graduado em Medicina pela Universidade Federal da Bahia em 1995. Residência em Psiquiatria pelo Hospital Das Clínicas de Ribeirão Preto e Faculdade de Medicina Da Universidade de São Paulo em janeiro de 1999. Especialista em Psiquiatria pela Associação Médica Brasileira e Associação Brasileira de Psiquiatria em 1999 e em Psiquiatria Forense em 2004. MBA em Gestão de Saúde pela Fundação Getúlio Vargas em abril de 2001. Psiquiatra Forense credenciado pela Direção Regional De Saúde XIII Ribeirão Preto desde outubro 1998. Psiquiatra Forense credenciado pela Justiça Federal de Ribeirão Preto desde 2000. Médico Psiquiatra do Hospital Santa Tereza de Ribeirão Preto desde setembro 1999 e desde junho de 2015 como Diretor Técnico do Hospital. Professor convidado do IPEBJ desde 2008.

Jean Alves

Mestre em Direito pela Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS) da UNESP/Franca. Atualmente é professor de Pós-Graduação do IPEBJ e de Processo Penal da Faculdade de Educação São Luís/Jaboticabal. Advogado especialista em crimes contra a regularidade das licitações; crimes contra a ordem tributária, econômica e financeira. Consultor jurídico e Palestrante. Coordenador da Comissão de Direito Criminal da OAB. 

Leonardo Fazzio Marchetti

Leonardo Ferreira Faria

Psicólogo, Mestrando em Ciências Criminológicas-Forenses, Especialista em Neuropsicologia, Criminologia e Psicologia Jurídica. Psicólogo Criminal da IML - Instituto Médico Legal do Estado de Goiás. Coordenador Nacional do Curso de Pós-Graduação em Avaliação Psicológica, e de Perícia Criminal/Ciências Forenses do grupo DALMASS.  Professor na Academia da Polícia Militar do Estado de Goiás (Curso de Formação de Oficiais, Especialização em Altos Estudos em Segurança Pública e Curso de Negociador Policial). Professor de disciplinas, Supervisor de Estágio e Orientador de TCC do Curso de Pós-Graduação do IPEBJ-SP, PUC-GO, IPEBJ-SP, NEPNEURO-GO, Escola Superior de Magistratura do Estado de Goiás e Acadepol-Paraíba. Realiza consultoria em temas de Neurociência e Criminologia. Autor e escritor de artigos científicos e capítulos de livros, com temas em Neurociências e Criminologia. Membro sócio da Sociedade Brasileira de Neuropsicologia. Diretor Financeiro da Associação Brasileira de Psicologia Jurídica.

Loraine Vivian Gaino

Doutora em Ciências pelo Programa de Enfermagem Psiquiátrica da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto na Universidade de São Paulo - USP. Mestre em Ciências pelo Programa de Enfermagem Psiquiátrica da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto na Universidade de São Paulo - USP. Docente do curso de Psicologia da Fundação Hermínio Ometto - Uniararas. Áreas de atuação/interesse: saúde mental, saúde da mulher, serviços de saúde, atenção primária, psicopatologia, psicanálise. Analista em Formação pelo Instituto Távola Formação e Pesquisa em Psicanálise. 

Marcos Alexandre Oliveira

Bacharel em Direito pela Universidade Paulista UNIP. Cursando Pós-graduação em Docência no Ensino Superior. Cursou História na UNICID e Letras na Universidade de São Paulo - USP;Principal linha de estudo: "Crossmídia no Século XXI e a Percepção da Justiça e do Direito". Aprovado em concurso público para a carreira de Fotógrafo Técnico-Pericial da Polícia Técnico-Científica. Há quase cinco anos, responde pelo Departamento de Comunicação da Polícia Científica do Estado de São Paulo, na Superintendência da Polícia Científica, na sede no Butantã-São Paulo- SP. Jornalista há mais de 20 anos, por 10 atuou como roteirista, repórter e apresentador dos programas da IPC-TV - Afiliada da Rede Globo no Japão. Vencedor do Prêmio Prod-USP de Comunicação Responsável da Universidade de São Paulo - ECA USP; Em 2014, recebeu Prêmio Polícia Cidadã do Instituto Sou da Paz pelo projeto "A Notícia ajudando a Polícia a servir o cidadão", de monitoramento integrado de notícias criado na Polícia Científica. Autor dos livretos Fragmentos - Realidades na Escola Pública (Edição independente). Jornalismo para quem não é jornalista – Internet http://comuniquese.ifrs.edu.br/files/Jornalismo%20para%20quem%20n%C3%A3o%20%C3%A9%20jornalista.pdf recomendado pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul; e Lágrimas de Anjo http://pt.scribd.com/doc/27265817/Lagrimas-de-Anjo e http://www.saraiva.com.br/lagrimas-de-anjo-quando-falta-fe-ate-os-anjos-podem-cair-5542338.html. Palestrante e um dos incentivadores da ABIME - Associação Brasileira de Mídia Eletrônica;. Fundador e Diretor da ONG IPEC - Instituto Pró Educação e Cidadania, ação social iniciada na Zona Leste de São Paulo em 2002, certificando mais de 6.500 pessoas, entre 2004 e 2010 em Cursos Livres de Informáticahttp://www.youtube.com/watch?v=E3VPA3_4-JQ. Atuou como jornalista, redator, coordenador em vários grandes jornais do Estado de São Paulo. Foi assessor de imprensa de Prefeituras Municipais e jornalista na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. 

Raquel Barbosa Cintra

Residência médica em Medicina Legal pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP), especialista em Medicina Legal e Perícias Médicas pela Associação Médica Brasileira (AMB), Mestre em Bioética pelo Centro Universitário São Camilo, ex-médica legista do Estado de São Paulo (exonerada a pedido), Professora Colaboradora do Curso de Especialização em Medicina Legal e Perícia Médica da FMUSP, Professora de Anatomia Humana e Medicina Legal da Universidade de Mogi das Cruzes, Professora Coordenadora da Liga Acadêmica de Medicina Legal e Bioética da Faculdade de Medicina da Universidade de Mogi das Cruzes, sócia fundadora da empresa ZCF - Zerbini, Cintra e Fuzinato Perícias Médicas  

Rubens Correia Junior

  Mestre em Ciências pela USP/Ribeirão Preto - Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto/ Centro Colaborador da OMS para o desenvolvimento de pesquisa em enfermagem. Área: Enfermagem Psiquiátrica. Linha de pesquisa: Promoção de saúde mental / Estudos sobre a conduta, a ética e a produção do saber em saúde. Possui graduação em Direito pela Universidade de Uberaba (2004). Especialista em Direito Penal e Processual Penal pela Universidade de Franca e especialista em CRIMINOLOGIA pela PUC/MINAS(2008/2009). Atualmente é professor de graduação nas áreas de Direito público com Ênfase em Penal e Constitucional. Professor de Criminologia e Homicidas em série, Criminologia, legislação penal especial, crimes tributários (dentre outras disciplinas) em pós-graduações pelo Brasil como PUC/BH, UNIT/SE, UNIUBE/MG, IPEBJ/SP. Coordenador e docente do IPEBJ/SP. Pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento GEPESADES/USP. Membro da comissão de Direitos Humanos da OAB/MG. 

Rui Mateus Joaquim

 Doutorando do laboratório de neuropsicologia pelo programa de Pós- Graduação em Ciências da Reabilitação do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo (USP) Bauru- SP. Mestre em psicologia do desenvolvimento e aprendizagem pelo Programa de Pós-graduação da Faculdade de Ciências da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) Bauru - SP. Graduado em psicologia (bacharelado e formação de psicólogo) pela Faculdade da Fundação Educacional de Araçatuba (FEA). Docente de Análise Experimental do Comportamento e Avaliação Psicológica da Universidade do Sagrado Coração / Bauru –SP. Docente convidado do IPEBJ. Possui experiência como assistente técnico na área de psicologia jurídica, professor universitário e psicólogo clínico atuando nas áreas de terapia cognitivo-comportamental e neuropsicologia. É pesquisador nas áreas de comunicação não verbal do comportamento e neurociência cognitiva.

Sara Tamiris Cirilo Fernandes

Graduada em Psicologia pela Universidade de Ribeirão Preto (2013). Mestre em Ciências com ênfase em Psicobiologia pela Universidade de São Paulo (2016). Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo e atualmente é docente do curso de Psicologia da Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP).

Victor Fernandes de Souza

Major da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro tendo comandado por cinco anos as Unidades de Polícia Pacificadora do (Complexo do Andaraí, Morro da Fé/Sereno –Complexo da Penha e Morro do Pavão/Pavãozinho, hoje Coordenador de Ensino, Pesquisas e Projetos das Unidades de Polícia Pacificadora e Assessor do Estado Maior Geral da PMERJ para assuntos relacionados à Polícia de Proximidade, Bacharel em Direito, Bacharel em Segurança Pública, Especialista em Segurança Pública, Especialista em Direito Público, Especialista em Sociologia, Curso de Direitos Humanos, Curso de Multiplicador Internacional em Polícia Comunitária e Curso de Gestor em Polícia de Proximidade.

CARREGAR MAIS